Das mais de 1.500 oportunidades de emprego oferecidas pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE), por meio do Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (CATe), 338 são difícil colocação no mercado de trabalhos.
Há 48 postos para técnico de enfermagem, para preencher cargo é necessário ter concluído o ensino médio, com salário entre R$ 105,00 por dia a R$ 1.425,00 por mês. Já para enfermeiro são 16 chances, sendo que para ocupar o cargo é preciso ter entre o ensino médio ou superior completo – remuneração de R$ 1.200,00 a R$ 3.054,00.
São 21 vagas para cozinheiro geral, sendo necessário estar cursando o ensino fundamental ou ter concluído o médio – salário de R$ 930,00 a R$ 1.041,58. Para cumim (auxiliar de garçom) há 13 oportunidades, sendo requisitado ter ensino fundamental completo, com remuneração de R$ 1.000,00.
Para função de analista administrativo são 30 oportunidades, exigindo o ensino médio completo – salário de R$ 1.370,00. Há seis postos para encarregado de obras, como requisito ter o ensino fundamental incompleto ou completo, com salário de R$ 3.500,00. Já para reparador de aparelhos eletrodomésticos são duas chances.
Para se cadastrar e participar dos processos seletivos, o candidato precisa comparecer a uma das unidades do CATe com RG, CPF, carteira de trabalho e número do PIS. Outras informações e a tabela de vagas estão disponíveis no portal www.prefeitura.sp.gov.br/trabalho ou na Central de Atendimento ao Munícipe, pelo telefone 156.
Na região, há unidades do CATe nas subprefeituras de Vila Mariana (Rua José de Magalhães, 500 – Vila Clementino) e na Subprefeitura do Jabaquara (Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, 2314 – próximo ao terminal Jabaquara do metrô).

Compartilhe:

Comente essa matéria:

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!