Siga-nos

Artigo

Zona Sul em obras

Publicado

em

Por décadas a cidade de São Paulo caminhou sem uma definição efetiva de planejamento urbano. Desta falta, resultou o agravamento dos problemas de mobilidade, sociais, ambientais, entre outros.
Desde o primeiro dia de governo, o prefeito Fernando Haddad procurou romper essa lógica e implantou na metrópole um planejamento de médio e longo prazo, que está expresso no Plano Diretor Estratégico (PDE). Implantou medidas imediatas, que puderam reorientar a relação do paulistano com a cidade. As faixas exclusivas para ônibus e o fomento da ocupação dos espaços públicos são alguns exemplos.
A Prefeitura valoriza os territórios que compõem a cidade. E, por conta disso, está investindo na Zona Sul, com obras que vão mudar a vida das pessoas. Estão em andamento a canalização do córrego Ponte Baixa (M’Boi Mirim) e do Cordeiro (Santo Amaro). Já foram entregues cinco intervenções do Programa de Redução de Alagamento (PRA), obras que contemplam as regiões do Jabaquara, Santo Amaro e Ipiranga.
Há mais de 20 anos, a população, da região sul, espera por um hospital. Hoje, a obra Hospital de Parelheiros já é realidade. A unidade de saúde vai atender não só a população de Parelheiros, mas também toda a região sul da cidade. O hospital contará com 31 metros quadrados de área construída e com 255 leitos.
Ainda no campo da saúde, estão em andamentos as obras de três Unidades de Pronto Atendimento (UPA) nas regiões de Vila Mariana, Jabaquara e Parelheiros, além de duas unidades Rede Hora Certa, em Campo Limpo e Cidade Ademar.
A gestão do prefeito Fernando Haddad também está investimento em mobilidade. Já estão em andamento as obras dos corredores de ônibus M’Boi Mirim, Berrini Trecho I, Berrini – Trecho II, Binário Santo Amaro, Ponte Baixa. Além da construção das pontes Laguna e Itapaiúna, que facilitarão o dia-a-dia de quem sai da zona sul para o centro.
Na educação, já foram entregues sete creches e outras 19 estão em construção. A Prefeitura também entregou 15 Escolas de Ensino Infantil (EMEIs) e oito estão em obras. A população também pode contar com 12 Universidades nos CEUs (UniCEU) espalhadas por todo território.
É o planejamento, o trabalho e a ousadia que deixarão prontas, ou em obras, um conjunto de intervenções capazes de realizar a transformação tão necessária para uma cidade melhor e mais humana para a população que mais precisa.
*Chico Macena, 52 anos, é administrador e  Secretário do Governo do Município de São Paulo

 

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados