Siga-nos

Gastronomia

Vila Clementino tem verdadeiro cuscuz nordestino

Publicado

em

cuscuz nordestino

Há quase um ano, ficava famosa a polêmica entre a depois consagrada campeã do BBB 21, Juliette, e Fiuk sobre o que seria o verdadeiro cuscuz nordestino. Como resultado da divertida polêmica, muitos ficaram curiosíssimos para conhecer o autêntico prato, com todo sabor, aroma e complementos. Mas, onde encontrar essas delícias, feitas do jeitinho caseiro nordestino, na capital paulista? Acredite, aqui mesmo pela zona sul, na Vila Clementino.

A Cuscuzlícia surgiu em 2020, inicialmente apenas fazendo entregas. Mas, a clientela pediu e o criador resolveu montar um espaço repleto de memórias, resgatando suas próprias receitas nordestinas. Tudo também com muito charme, decoração moderna e de bom gosto, mesas aconchegantes e ambientes instagramáveis. “É um espaço construído com muito amor por nós mesmo”, relata Otto Goes Gama, um baiano arretado, de 27 anos, idealizador da casa.

Charme

Ele conta que tanto os pratos quanto a decoração, o clima da Cuscuzlícia trazem um pouco da trajetória de sua vida, um baiano orgulhoso de suas origens, da cidade de Sento Sé. “Até a parede da casa de taipa está representada, remetendo às minhas memórias de infância”, aponta.

A Cuscuzlícia é a primeira cuscuzeira de São Paulo, com mais de 20 opções só de cuscuz recheado. O queridinho da casa é o que vem acompanhado de carne de panela, mas muitos preferem o “Arretado”, com carne de sol e queijo coalho, cheio de personalidade. Outra opção é o Cuscuz do painho, boa pedida pra quem gosta de uma costelinha suína ao molho barbacue.

As combinações de bacon com calabresa ou frango com requeijão também agradam muito à clientela.

Para quem quer experimentar outras variedades do cardápio, vale muito chamar a mesa o “escondidinho de macaxeira”: uma delícia.  E por falar nela, outra receita incrível é a Macaxeira com carne de sol puxada na manteiga. Ou a “Vaca atolada”, que vem com purê de macaxeira, macaxeira cozida e carne de panela e é servida junto com arroz e cheiro verde.

Feijoada Nordestina

E da Feijoada Nordestina, já ouviu falar? Na Cuscuzlicia, é caprichadíssima, preparada com fava (feijão branco), bacon, calabresa, carne seca e costelinha suína, arroz branco, torresmo, vinagrete e couve refogada.

O cardápio ainda relaciona outros pratos típicos que todo mundo precisa conhecer: Galinha caipira com maxixe e macaxeira cozida; Rabada servida no xerém de milho com queijo e agrião; Arroz carreteiro com purê de abóbora e banana da terra frita; o carro chefe que é o Baião de dois (feijão de corda, bacon, calabresa, queijo coalho e acompanha purê de macaxeira puxado na manteiga de garrafa e carne de sol) assinados pela chef Heloísa Fontenele.

A casa fica aberta do almoço ao jantar e, por isso, conta ainda com porções que acompanham muito bem uma cervejinha geladíssima no happy hour. Ou as deliciosas caipirinhas que homenageiam as mulheres nordestinas: uma delas é especial, de Caju com limão e gengibre, uma explosão de sabor.

Happy Hour

Entre as porções, se destaca a Chapa Sento Sé, que reúne Carne de sol, macaxeira frita, bacon e calabresa, tudo servido quentinho, na chapa, como indica o nome. Tem ainda bolinho de macaxeira e dadinho de tapioca acompanhado de molho de pimenta agridoce.

O restaurante traz também variedade de tapiocas doces e salgadas e opções vegetarianas como a carne de jaca. Destaque ainda para o cocada de milho cremosa e o bolo de tapioca.

Serviço:

A Cuscuzlícia abre de segunda a sábado das 11h30 às 21h e sexta e sábado até 22h.

⇒ Fica na Rua Primeiro de Janeiro, 425 – Vila Clementino.
⇒ Pedidos para retirar via WhatsApp: 11 95426-3122 (clique para iniciar conversa).
⇒ E, no iFood: bit.ly/cuscuzlicia.
⇒ Siga também o instagram para mais informações: @cuscuzlicia

Confira galeria de imagens:

Advertisement
1 Comentário

1 Comentário

  1. Marly Augusta Feitosa da Silva

    14 de janeiro de 2022 at 16:21

    Excelente matéria!

    Parabéns!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados