Siga-nos

Segurança

Vila Clementino tem casa de apoio a vítimas de violência

Publicado

em

Em 2021, um total de 42.212 mulheres foram atendidas nos 17 serviços que compõem a rede de proteção às mulheres vítimas de violência da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC). O número representa um aumento de 75% em relação ao total de atendimentos realizados em 2020. Os dados foram totalizados pelo corpo técnico da pasta.

Se 2020 ficou marcado pelos impactos da COVID-19, em 2021 essas consequências continuaram a ser enfrentadas, mas com o reforço de uma extensa campanha de vacinação e políticas de distanciamento social mais brandas. E é possível ver a efetividade dessas medidas: em maio do ano passado, considerado um dos meses mais letais da pandemia no Brasil, o número de atendimentos teve um aumento, chegando a 3871, 39% de aumento em relação ao mês anterior.

A partir de junho, os números se mantiveram acima de 3000 atendimentos por mês, com o pico acontecendo em agosto, que registrou um total de 4343 atendimentos.

O aumento considerável na procura pelos serviços tem dois motivos, na visão das técnicas da pasta que se dedicam a esta rede de proteção. O primeiro é o impacto do fim das restrições de circulação que resulta na maior procura pelos serviços se comparado ao ano anterior, que teve maiores restrições por conta das recomendações de distanciamento social em função da COVID-19. O outro fator deriva da conscientização das mulheres de que é preciso buscar ajuda em situações de violência doméstica e relacionamentos abusivos.

“A informação é realmente o caminho para que muitas mulheres que estão vivendo em situação de violência consigam sair desse martírio. Saber que existem locais de acolhimento e que nesses ambientes, a mulher pode ser ouvida sem julgamentos é para muitas o necessário para a quebra do ciclo de violência”, revela a coordenadora de políticas para mulheres da SMDHC, Ana Cristina Souza.

A SMDHC reforça o suporte às mulheres vítimas de violência doméstica, com a ampliação dos canais de denúncia pelo Disque 156, que em 2021 realizou 1.661 atendimentos, e a concessão do auxílio aluguel. Os equipamentos da SMDHC em funcionamento são os seguintes: quatro Centros de Referência, cinco Centros de Cidadania da Mulher (das 10h às 16h), Casa da Mulher Brasileira (24 horas por dia, inclusive sábados e domingos) que possui alojamento provisório, Casas de Abrigo e de Acolhimento Provisório, que possuem 20 vagas cada, e três Postos Avançados de Apoio à Mulher. A unidade móvel conhecida como Ônibus Lilás, que não circulou em 2020, retomou as atividades no ano passado.

Na região, busque apoio no mais antigo serviço do gênero: a Casa Eliane de Grammont (foto acima), que fica na Rua Dr. Bacelar, 20 — Vila Clementino. Telefone: (11) 5549-9339

Há também a Casa da Mulher Brasileira (todos os dias, 24 horas), na Rua Vieira Ravasco, 26 — Cambuci. Telefone: (11) 3275-8000

Confira também outros serviços:

Posto Avançado de Apoio à Mulher (segunda a sexta-feira, das 10h às 16h)

Estação Santa Cecília (Linha 3 Vermelhal)

Posto Avançado de Apoio à Mulher (segunda a sexta-feira, das 10h às 16h)

Estação da Luz (Linha 1 Azul)

Posto Avançado de Apoio à Mulher (segunda a sexta-feira, das 10h às 17h)

Terminal de Ônibus Sacomã — zona sul

Ônibus Lilás

Unidade móvel de atendimento, encaminhamento e acolhimento às mulheres vítimas de violência.

Endereço e horário de funcionamento dos próximos dias (informações atualizadas no site da SMDHC)

CRMs e CCMs — Segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

CRM 25 de Março (CENTRO)

Rua Líbero Badaró, 137, 4º andar — Centro

(11) 3106-1100

Casa Brasilândia (NORTE)

Rua Sílvio Bueno Peruche, 538 — Brasilândia

(11) 3983-4294

CCM Perus (NORTE)

Rua Aurora Boreal, 53

(11) 3917-5955

CCM Itaquera (LESTE)

Rua Ibiajara, 495 — Itaquera

(11) 2073-4863

CRM Maria de Lourdes Rodrigues (SUL)

Rua Luiz Fonseca Galvão, 145 — Capão Redondo

(11) 5524-4782

CCM Parelheiros (SUL)

Rua Terezinha do Prado Oliveira, 119

(11) 5921-3665

CCM Santo Amaro (SUL)

Praça Salim Farah Maluf, s/n

(11) 5521-6626

CCM Capela do Socorro (SUL)

Rua Professor Oscar Barreto Filho, 350 — Grajaú

(11) 5927-3102

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados