Siga-nos

Urbanismo

Viadutos Arapuã e Jabaquara estão na lista de programa de recuperação

Publicado

em

“Nosso objetivo agora é fazer as ações preventivas, não esperar acontecer o problema para poder fazer alguma ação. Tem sido assim nas grandes obras de drenagem, contenção de encostas”, disse o prefeito Ricardo Nunes durante a coletiva em que anunciou o início das novas obras. O prefeito lembrou da importância da prevenção para a cidade, que tem quase 12 milhões de habitantes e 7 milhões de veículos circulando por dia.

Toda a população será beneficiada direta ou indiretamente pelo programa, que tem o objetivo de promover a segurança e melhorar a qualidade da infraestrutura viária, revitalizando essas vias fundamentais que interligam bairros e garantem o fluxo de veículos e pedestres em toda a cidade.

Na região, entre os endereços beneficiados estão os viadutos Arapuã e Jabaquara, sobre a avenida dos Bandeirantes; Viaduto Incinerador Vergueiro (Saioá 1 e 2), sobre a Avenida Ricardo Jafet; Viaduto Gal. Marcondes Salgado e Viaduto Paraíso (sobre o corredor norte sul).

O Programa de Recuperação de Pontes e Viadutos tem o objetivo de instaurar uma cultura permanente de inspeções rotineiras e manutenções preventivas, promovendo a integridade e prolongando a vida útil das estruturas. Ao abrir várias frentes de trabalho, a Prefeitura proporciona ainda outros benefícios para a cidade, como possibilitar a criação de 7.250 empregos diretos e outros 36.250 indiretos até 2024.

Nessas obras estão sendo recuperadas ligações importantes, em todas as regiões, mas que nunca tinham passado por uma avaliação aprofundada nem por manutenção preventiva. Desde 2021, foram substituídos mais de 2.000 metros de juntas de dilatação, utilizados mais de 300 aparelhos de apoio, mais de 50 mil metros de fissuras foram recuperados e foram pintados 60 mil metros quadrados em pontes, viadutos, túneis e passarelas.

“Este é um programa que é continuado ao longo do tempo. Aqui na cidade eram realizadas apenas obras pontuais, quando surgia algum problema, sem um programa dessa magnitude voltado para a prevenção. Começamos com as maiores pontes e viadutos, aquelas mais antigas, em estado maior de deterioração, e agora contemplamos todas as pontes e viadutos da cidade”, disse o secretário de Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (Siurb), Marcos Monteiro.

Sobre o Programa

O programa tem como foco inspeções e manutenções periódicas preventivas e corretivas, além da recuperação completa dessas vias afetadas pelo desgaste natural do tempo e pelo crescente tráfego de veículos, principalmente os pesados.

Equipes técnicas da Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) e da SPObras, especializadas em engenharia estrutural, estão destacadas para este programa e são responsáveis por realizar inspeções minuciosas nesses locais, identificando problemas e propondo soluções adequadas para cada caso, garantindo a qualidade nas intervenções.

A Prefeitura também vem empenhando esforços para o cadastro das OAEs espalhadas pela cidade, visando qualificar o mapeamento das obras necessárias. Nesse sentido, já foram cadastradas 1.100 estruturas no território municipal e o trabalho segue para a inclusão das que ainda não foram catalogadas.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2023 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados