Siga-nos

Ecourbis

Vai chover? Recolha o lixo

Publicado

em

Varrição, coleta regular de resíduos, coleta seletiva, limpeza de bueiros, remoção de entulho e outros materiais irregularmente descartados em vias públicas, córregos e outras áreas… A Prefeitura desenvolve ações regulares para manter a cidade limpa e evitar que essa sujeira toda cause entupimento da rede pluvial e alagamentos pela cidade.

No entanto, em época de chuvas como no verão, é essencial que a população colabore, com diversas medidas para evitar não só a formação de enxurradas e vias interditadas pela água da chuva, mas também para que esses resíduos todos não sejam carregados para nossos rios, causando também poluição das águas, morte de vida aquática.

Para esse mês de fevereiro, ainda há muita previsão de chuvas e temporais. O cenário pode se estender pelo mês de março. De acordo com estudo feito pelo Painel Intergovernamental de Mudança do Clima da ONU, as chuvas enfrentadas no Brasil nos últimos dois meses, aliás, são mais intensas registradas desde a década de 1980.

A primeira dica para quem quer evitar os prejuízos à cidade é ficar atento à aproximação das chuvas e não colocar o lixo nas calçadas muito antes da passagem dos caminhões – seja da coleta seletiva ou regular.

O horário exato da coleta na rua onde mora pode ser consultado em ecourbis.com.br/coleta/index.html. Nas zonas sul e leste da capital, o serviço é prestado pela concessionária Ecourbis Ambiental.

Para conferir e acompanhar em tempo real a previsão do tempo para as diferentes regiões da cidade, a dica é seguir a página do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) nas redes sociais:
@cgesaopaulo. O site também traz todas as indicações, incluindo pontos de alagamento ativos e inativos: cgesp.org.

Se for preciso, mantenha o  lixo até a próxima data de coleta. Para o material reciclável, é possível também deixar em contêineres disponíveis em diferentes pontos de cada bairro, também com a logomarca da concessionária Ecourbis indicada.

Os Ecopontos da cidade também contam com Pontos de Entrega Voluntária de Recicláveis. Neles há ainda a possibilidade de deixar outros itens como entulho (até 1 metro cúbico por dia), móveis velhos, eletrodomésticos quebrados e até sobras de podas e jardinagem.  Os endereços dos ecopontos podem ser obtidos em bit.ly/339uOsR.

Vale relembrar que o descarte de entulho, carcaças ou qualquer material de porte nas ruas pode ser classificado como crime ambiental, com multa superior a R$ 18 mil.

Outra dica importante é não descartar nada irregularmente nas ruas. Um papel de bala, um guardanapo ou qualquer pequeno resíduo pode comprometer a limpeza urbana e, consequentemente, a vazão das galerias pluviais.

Leve sempre um saquinho na bolsa para recolher esses pequenos resíduos até chegar em casa e fazer o descarte no lixo comum ou descarte em papeleiras pelas ruas, desde que já não estejam lotadas.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados