Jornal São Paulo Zona Sul

Tempestade de domingo derrubou mais árvores na Saúde e Vila Mariana

Uma forte chuva, acompanhada de raios e trovões, granizo, causou pontos de alagamento e quedas de várias árvores na região de Vila Mariana e Saúde. Os bairros mais atingidos pela queda de árvores foram Mirandópolis e Vila da Saúde.

Moradores do bairro registraram as imagens em grupos na rede social Facebook.

Novamente, várias ruas ficaram sem energia elétrica por conta da fiação derrubada pelas árvores. Desde o início desse ano, várias ocorrências similares foram registradas. Semana passada, a Fundação Procon-SP, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, notificou a distribuidora de energia elétrica de São Paulo, Enel, a prestar esclarecimentos sobre a suspensão no fornecimento dos serviços. Ainda não foi divulgada a explicação da empresa.

O temporal desse domingo derrubou uma árvore imensa na Rua Luis Góis, 843, em frente ao Restaurante O Brazeiro, sobre o Parklet instalado ali, como mostram as fotos de Nonato Araújo.

Na altura do número 679 da mesma via, outra caiu e ficou atravessada na via, interditando o trânsito.

E uma terceira árvore caiu na altura do número 459 da via, registrado pela moradora Lais Galhardi.

Ali perto, na esquina das ruas Afonso Celso e Ouvidor Peleja, outro exemplar foi completamente arrancado e levantou a calçada, também em foto de Laís Galhardi.

Outra, de porte bem menor, caiu na rua Potengi, também nas proximidades, no clique de Erika Benevides.

 

Na Rua Heliotrópios, em Mirandópolis, uma árvore caiu sobre um muro de residência, como registrou a moradora Iris Fernandes.

Na sexta, outra ocorrência similar foi registrada na Rua Oriçanga e até hoje a árvore não havia sido totalmente removida.

Equipes da Enel trabalharam pela região para reestabelecer energia e também para melhorias na estrutura da rede. A Rua Luis Augusto de Campos ficou sem energia por pouco mais de uma hora por conta de trabalhos em postes da via.

Os bombeiros relataram 83 chamadas para quedas de árvores no período da tarde e mais cinco para alagamentos e enchentes.  Depois, nova chuva entre 17h00 e 21h15 adicionou mais 58 acionamentos de quedas de árvores; seis por Desmoronamentos/Desabamentos; e onze para Enchentes/Alagamentos.

Jabaquara

No Jabaquara, a equipe dos bombeiros resgatou quatro pessoas em um carro na Rua João de Lana, por conta de alagamento. As pessoas foram atendidas e deixadas em local seguro.

 

 

 

 

1 comentário

  • As subprefeituras precisam agir preventivamente, removendo árvores inadequadas, grandes e perigosas. Elas colocam a vida das pessoas em risco.

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!