Siga-nos

Problemas na região

Subprefeituras fazem “cata-bagulho” para evitar sujeira pelas ruas e dengue

Publicado

em

Quando o ano começa, temos sempre aquela vontade de dar inicio a uma nova fase em nossas vidas, deixando para trás o que não nos serve mais. Então, que tal aproveitar o final de ano para se livrar daqueles “bagulhos” espalhados nos quintais, escondidos nos armários, esquecidos pelos cantos? Além de deixar a casa mais feia e desorganizada, esse material ainda pode servir de criadouro dos mosquitos que transmitem a dengue.

Uma das possibilidades é buscar as entidades beneficentes da região, que aceitam doações para vender em bazares que permitem a continuidade de suas obras. Mas, há objetos que nem para isso servem, como pneus e tonéis velhos, recipientes sem uso, brinquedos quebrados… Então, o ideal é levar aos ecopontos ou aproveitar as operações Cata-Bagulhos.

Este fim de semana, caminhões tanto da subprefeitura do Jabaquara quanto da Vila Mariana estarão circulando em alguns bairros e recolhendo materiais inservíveis como móveis, colchões, pneus, eletrodomésticos e outros objetos velhos. Só nao são recolhido sprodutos tóxicos, entulhos (sobras de material de construção) e lixo doméstico comum. Além de cooperar para evitar a formação dos criadouros de dengue, as operações ainda evitam que esse material seja abandonado nas ruas e cause enchentes, proliferação de ratos etc.

No Jabaquara, neste sábado serão atendidas as regiões de Vila Santa Catarina e Vila Babilônia. Para saber as ruas exatas, é preciso consultar o site www.prefeitura.sp.gov.br, buscando a página da subprefeitura do Jabaquara.

Na Vila Mariana, também no sábado, o caminhão circula pela região do Paraíso e Aclimação, na região limitada pela Avenida Bernardino de Campos, Ruas do Paraíso e Coronel Diogo, Avenida Lins de Vasconcelos e Rua Vergueiro. O morador deve deixar o material inservível nas calçadas até 7h, pois o caminhão circula entre 7h e 11h nessa região, recolhendo o material.

Para se ter uma ideia da importância das operações, basta citar o exemplo da Subprefeitura do Jabaquara, onde as operações são realizadas com mais frequencia. Ali, em 2009, haviam sido recolhidas  298.050 toneladas. Este ano, já mais acostumada com o processo, a população colaborou ainda mais e já foram recolhidos 462.260 toneladas de materiais.

Outras informações no site ou pelo telefone 156.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados