Jornal São Paulo Zona Sul

São Paulo comemora 458 anos com jornada fotográfica e mostra cinematográfica

São Paulo é aquela cidade que foi fundada oficialmente, com direito a missa campal, há 458 anos. Mas, é também aquela metrópole que surgiu há menos de 100 anos, que nos últimos 40 anos assistiu seu território, então ocupado por 7 milhões de paulistanos, ser tomado por sete milhões de carros. Cidade cheia de possibilidades e problemas, encantos e temores.

Há muitas formas de festejar o aniversário paulistano. Uma delas é sair por aí, registrando de forma muito pessoal a forma de se enxergar o espaço urbano, suas histórias, suas pessoas, suas construções. No dia 25, uma equipe da secretaria de Cultura promove mais uma edição da Jornada Fotográfica, que ocorre mesnsalmente, desta vez convidando os participantes a fotografarem a cidade ao longo de 24 horas e disponibilizar esses registros em tempo real na internet. A atividade terá início às 18h do dia 24 de janeiro e segue até às 18h do dia 25.

Coordenada por André Douek, a atividade já registrou a Rua 25 de Março, o Edifício COPAN, o tradicional bairro do Bexiga, entre muitos outros. Na presente edição, o ponto de encontro será no Telecentro Olido – Cibernarium. No local, os participantes poderão utilizar os computadores para descarregar as fotos e fazer a publicação.

Os interessados devem apresentar a carteira de identidade (RG) para acessar o Telecentro e, se possível, o leitor de cartão para poder descarregar as fotos. A proposta é que ao longo do período da atividade, grupos saiam de hora em hora e que cada grupo volte após três horas para descarregar as fotos. As incrições, gratuitas, devem ser feitas ainda hoje pelo email adouek@prefeitura.sp.gov.br, com nome completo e telefone de contato.

Cinemateca

Outra ótima sugestão é conferir a mostra Cinemateca SP, que a Cinemateca Brasileira todos os anos em homenagem a cidade. São apresentados filmes sempre tendo a cidade como tema. O esforço por recuperar e difundir a memória iconográfica de São Paulo combina-se a outras atividades que enriquecem a programação do evento, como debates a respeito de aspectos históricos, arquitetônicos, políticos e sociais da metrópole.

 

A seção MEMÓRIA DO CINEMA PAULISTA exibe, em cópia nova confeccionada especialmente pela Cinemateca para esta ocasião, uma das obras-primas da filmografia do diretor paulista Walter Hugo Khouri, o longa-metragem As amorosas. Rodado em 1968, o filme revisita um dos episódios mais dramáticos da história contemporânea brasileira, o golpe de 1964, estabelecendo um vivo diálogo com algumas produções do Cinema Novo como O desafio, de Paulo César Saraceni, e O bravo guerreiro, de Gustavo Dahl.

Haverá também filmes policiais, documentários etc. Confira a programação completa em cinemateca.com.br.

A cinemateca fica no Largo Senador Raul Cardoso, 207 – próxima ao Metrô Vila Mariana.

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!