Siga-nos

Obras

Sabesp faz obra na Vila Gumercindo

Publicado

em

Os canos azuis se misturam ao emaranhado de fios que levam energia elétrica, internet e televisão por assinatura de diferentes operadoras as casas. Esse cenário, já visto em outros bairros, agora intriga alguns moradores da Vila Gumercindo.

Quem não mora nas ruas atingidas ficou se perguntando o que seriam aqueles tubos que mais se parecem “mangueiras”, daquelas usadas na limpeza doméstica.

Alguns moradores apontaram que a Sabesp está promovendo obras no bairro.

Procurada, a concessionária de abastecimento confirmou. A Sabesp diz que está realizando obras para troca de redes de água no bairro da Vila Gumercindo, na região entre as ruas Dom Bernardo Nogueira, Av. Ricardo Jafet e Rua Pedrália.

As tubulações levarão água para a casa enquanto a rede de abastecimento local é trocada.

Segundo a empresa, os moradores foram avisados com antecedência, por meio de folheto informativo.

Muitos se preocupam com a “quebradeira”, seja na rua, seja na calçada em frente aos imóveis, o que pode até gerar multas da Prefeitura.

Mas, a Sabesp garante que não há com o que se preocupar. As obras serão realizadas por método não destrutivo, sendo mínimas as intervenções em calçadas e ruas, apenas as necessárias para a troca das redes.

Diz ainda que as interdições das ruas e calçadas, se necessárias, serão parciais, e não vão impedir a circulação de veículos e pedestres.

O início das obras está programado para a segunda quinzena de março e a previsão é que sejam concluídas no prazo de 60 dias.

Córrego Ipiranga

Embora o bairro seja vizinho ao Córrego do Ipiranga, que passa por processo de despoluição pela Sabesp, a concessionária afirma que as obras não têm relação com a recuperação do Corrego Ipiranga.

A Sabesp é patrocinadora do projeto de restauração do Novo Museu do Ipiranga, no valor de R$ 12 milhões, via Lei Rouanet.

Paralelamente, em conjunto com a Prefeitura, a Sabesp quer garantir que o Córrego Ipiranga esteja totalmente limpo em 2022 – ano do bicentenário da Independência brasileira e quando o Museu será reaberto. A Sabesp também fará o rebaixamento da rede de esgoto nas imediações do Museu por conta das obras que serão executadas.

A limpeza e a urbanização do Ipiranga integram o Córrego Limpo, programa realizado desde 2007 pela Sabesp em conjunto com a Prefeitura.

O Programa Córrego Limpo é realizado em parceria com a Prefeitura de São Paulo para melhorar a qualidade da água dos mananciais, rios e córregos da Capital, por meio de adequações no sistema de esgotamento sanitário do entorno dos córregos, trabalhos de limpeza, manutenção e educação ambiental.
A iniciativa é complementar ao Projeto Tietê. De 2007 a 2018, foram investidos no Córrego Limpo cerca de R$ 274 milhões para a despoluição e manutenção de 152 córregos entregues pelo programa. A empresa diz que a ação beneficia quase 2,5 milhões de pessoas.

Entre 2019 e 2020, outros R$ 16 milhões estão sendo investidos na continuidade do programa.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados