Siga-nos

Cultura

Retomada cultural deve acontecer no final de julho

Publicado

em

Em entrevista coletiva no início da tarde dessa sexta, 3 de julho, o Governo do Estado anunciou que a reabertura de cinemas e teatros ou outros eventos culturais com público sentado devem acontecer na capital paulista a partir de 27 de julho. Para que a previsão se concretize, entretanto, é necessário que a cidade se mantenha na fase amarela por quatro semanas seguidas – por isso a previsão de que a abertura se concretize no final do mês.

O Governo também divulgou uma previsão para eventos com público em pé, para que as empresas que trabalham com esse tipo de promoção possam se planejar. A retomada deve acontecer em 12 de outubro – isso vale para casas noturnas e eventos como festas de casamento, churrascos.

Vale ressalvar, entretanto, que além de se tratar apenas de previsão, as regras limitantes devem permanecer, com estipulação de número máximo de pessoas, uso de máscaras e distanciamento entre as pessoas, além das medidas sanitárias (higiene do ambiente, uso de álcool gel etc). Também foi destacado que o público de risco – idosos e pessoas com comorbidades – continuam proibidas de participar ou de serem promovidos eventos direcionados a esses públicos.

Ainda não houve divulgação oficial, mas também estima-se que a reabertura de parques públicos para atividades físicas deve acontecer no fim de julho.

Clubes reabriram segunda

Já os clubes municipais vão reabrir na próxima segunda-feira, dia 6 de julho. As regras foram publicadas na edição desta que quinta-feira (2) no Diário Oficial do Município. Os clubes estavam fechados desde o dia 16 de março para evitar a proliferação do novo coronavírus, seguindo as recomendações das autoridades sanitárias. A reabertura, neste primeiro momento, será apenas para caminhadas ao ar livre, das 6h às 12h. A decisão também vale para o Parque das Bicicletas, em Moema, na zona sul, que é de responsabilidade da SEME.

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) administra 48 Centros Esportivos em todas as regiões de São Paulo.

A estimativa, com base em números antes da pandemia, é de que os clubes sejam frequentados nesta fase de abertura por 40% de seus usuários, o que corresponde a 148 mil pessoas ao mês.

Os Clubes da Comunidade, equipamentos de administração indireta, vão continuar fechados.

Confira as regras para a reabertura dos Centros Esportivos:

1) O uso de máscaras será obrigatório;

2) A prática de esportes coletivos, utilização de campos, piscinas, playgrounds e academias, tanto internas quanto externas, está proibida;

3) O número de portões de acesso aos Centros Esportivos será reduzido para facilitar o controle da entrada de pessoas. Se houver aglomeração outros portões serão abertos;

4) Os funcionários dos Centros Esportivos vão utilizar termômetros para medir a temperatura dos usuários nos portões de acesso aos clubes. Se a temperatura da pessoa medir acima de 37,5ºC será orientada a seguir as orientações dos protocolos das autoridades sanitárias;

5) Equipamentos como banheiros e maçanetas receberão maior atenção na higienização;

6) Serão disponibilizados nos Centros Esportivos cartazes informativos sobre a Covid-19 e medidas de prevenção;

7) Não será permitida a aglomeração de pessoas nas dependências dos Centros Esportivos. Os frequentadores deverão cumprir medidas de distanciamento social;

8) Os usuários deverão levar seus próprios meios de hidratação para evitar o compartilhamento com outras pessoas.
Os Centros Esportivos da Lapa, Mooca, Santana, Tietê, Santo Amaro e Barra Funda, que estão à disposição da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads) para a Operação Baixas Temperaturas e também abrigar pessoas em situação de vulnerabilidade social suspeitas ou vítimas da Covid-19 permanecem fechados. O Centro Esportivo Jaguaré permanecerá fechado, uma vez que os servidores cumprem período quarentena.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados