Siga-nos

Urbanismo

Quais os riscos socioambientais do Aeroporto de Congonhas?

Publicado

em

Um dos melhores endereços na região para quem entende a relação entre sustentabilidade e preocupação com o meio ambiente em metrópolis como São Paulo é a Umapaz. A Universidade, que promove diversos cursos e eventos gratuitos importantes para a questão ambiental e de promoção da paz, está com sua sede em reforma mas a programação continua a todo vapor em outros prédios. No dia 10, próxima sexta, na Escola Municipal de Astrofísica, dentro do Parque do Ibirapuera, por exemplo, haverá uma Roda de Conversa para discutir situações complexas na capital – como é o caso do Aeroporto de Congonhas, encravado em área extremamente populosa.
A arquiteta Regina Barros, que conduzirá a discussão, vai também trazer a tona outras situações de riscos socioambientais como das áreas industriais que vêm se transformando em bairros residenciais ou de áreas com passivos ambientais que resultam do processo de gestão pelo poder público.
Segundo a Umapaz, o objetivo é avaliar as possibilidades de abordagem dessa questão nos processos de educação ambiental que utilizam a metodologia da Cultura de Paz, por meio de uma discussão que visa clarear o conceito de risco socioambiental e suas dimensões.
Formada em Arquitetura pela Universidade Mackenzie em 1982, com Mestrado em Administração Pública e Governo (Administração e Política Urbana) pela EAESP/FGV e Especialização em Gestão Ambiental pela FSP/USP, Regina trabalha na Secretaria do Verde e Meio Ambiente há 16 anos, dos 30 em que é funcionária pública municipal. Já trabalhou na Divisão de Licenciamento Ambiental e dirigiu o Departamento de Controle da Qualidade Ambiental, o que lhe dá ampla visão do tema.
O encontro será no dia 10 de agosto, das 13h30 às 16h30 e há apenas 30 vagas – serão selecionados os primeiros inscritos. Para participar, é preciso preencher o formulário disponível em www.blogumapaz.blogspot.com.br. A Escola Municipal de Astrofísica fica ao lado do Planetário, no Parque do Ibirapuera, com entrada pela Av. Pedro Álvares Cabral, Portão 10, somente para pedestres e Portão 3 estacionamento (Zona Azul).

 

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados