Siga-nos

Saúde

Prefeitura cria sala de vacinação antirrábica na Vila Santa Catarina

Publicado

em

Foi inaugurada na Unidade de Vigilância em Saúde (UVIS) Vila Mariana / Jabaquara uma sala de vacinação antirrábica para cães e gatos. O serviço vai funcionar de segunda a sexta, das 8h às 15h, na Rua Genaro de Carvalho, 101 – Jabaquara. Oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde, o serviço é totalmente gratuito.

Muitos internautas reclamaram do horário de atendimento, que termina às 15 e não acontece aos sábados, dificultando a vida de quem trabalha fora de segunda a sexta. E reclamaram da não realização da Campanha Anual de Vacinação Antirrábica, que normalmente acontece em agosto mas que em 2019 não aconteceu porque o município não recebeu doses do Ministério da Saúde.

A vacinação antirrábica garante que os animais fiquem livres da doença e, consequentemente, não a transmitam a humanos por mordedura.

Durante a campanha Anual, são montados postos volantes por toda a cidade, facilitando o acesso da população ao serviço gratuito. Procurada em agosto do ano passado, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou, em nota, que a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) foi comunicada oficialmente apenas no dia 28 de junho que as vacinas contra a raiva animal para a campanha de vacinação de cães e gatos do mês de agosto não seriam fornecidas pelo Ministério da Saúde (MS). O jornal São Paulo Zona Sul procurou também o Ministério, que não se pronunciou.

A escassez de doses fez com que a campanha não fosse realizada em 2019 e a vacinação continuou sendo promovida gratuitamente apenas em alguns endereços da Prefeitura (veja quadro abaixo).

Mas, isso significa que o número de animais atendidos foi muito menor. Vale destacar, de qualquer forma, que os proprietários de cães e gatos têm obrigação, por lei, de vacinar os animais anualmente, ainda que tenham que recorrer a clínicas particulares.

Vacina

A partir dos três (03) meses de idade, cães e gatos saudáveis devem ser vacinados contra raiva e a aplicação é é anual.
Cães e gatos devem estar saudáveis, animais com diarreias, em tratamento ou convalescendo de cirurgias devem aguardar a recuperação;

Ofereça água e alimentação, normalmente, após a vacinação. O Banho deve ser normal.

Embora a raiva esteja controlada em animais domésticos – desde 1983 não se registram casos – é a vacinação anual que garante a manutenção de controle da raiva nas populações de cães e gatos e por consequência para a população humana.

O proprietário deve identificar, no comprovante de vacinação, o nome do animal e nº do Registro Geral Animal – RGA. Este comprovante é um documento, atestando a vacinação contra a raiva do seu animal, com validade de um ano.

Advertisement
1 Comentário

1 Comentário

  1. EMANUEL CARVALHO NOVAIS

    5 de novembro de 2020 at 16:06

    vacinei meus dois filhos lá, fui super bem atendida e sem demora.
    Fica na Rua Genaro de Carvalho, 101. Tem lugar pra estacionar na porta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados