Siga-nos

Meio ambiente

Novo ano pede novas atitudes

Publicado

em

Simplificar a vida pode trazer mais felicidade, saúde e contribuir com a preservação do meio ambiente.

Começo de ano é sempre tempo de estabelecer metas, planejar, fazer promessas pessoais até. Neste ritmo, é interessante pensar em acrescentar um ingrediente aos nossos projetos: simplicidade.

O consumo impulsivo ajuda a alcançar a satisfação e a felicidade? Sonhos materiais devem se sobrepor aos relacionamentos humanos? São duas perguntas que ajudam a desenvolver uma atitude de preservação da natureza.

Privilegiar relações humanas e conter excessos de consumo devem ser metas para o ano que se inicia.

O primeiro passo é olhar ao seu redor. Do que realmente precisa? A tecnologia, a moda, a indústria automobilística podem facilitar e trazer conforto, mas é fundamental estabelecer limites para não cometer excessos. Quantos sapatos são necessários em seu dia-a-dia? Qual a importância de trocar novamente de aparelho celular? Fará falta uma nova televisão em sua casa? A família tem que comprar mais um automóvel ou é possível
conciliar transporte público nas tarefas cotidianas?

Também vale verificar o que está “sobrando”. Doar, trocar, organizar são tarefas que combinam com o início de um novo ciclo, representado pelo início do ano. Pense também em resgatar aquilo que está guardado no fundo do armário: roupas, livros, cds, brinquedos e vários objetos podem ganhar nova utilidade neste 2013.

Ser mais simples – e defensor de práticas ecologicamente corretas – pode até trazer mais saúde e levar à perda de peso. Caminhe mais pelo próprio bairro e descubra estabelecimentos comerciais próximos a sua casa, que evitarão o uso do automóvel durante compras. Use escadas fixas em vez de escadas rolantes, encontre-se pessoalmente com amigos e não apenas troque mensagens virtuais.

Como decoração ou utilidades domésticas, valorize mais artigos feitos a partir de material reciclado. Valorize refeições em família em vez do lanche rápido em frente à televisão. Consuma mais alimentos naturais e orgânicos, faça compras planejadas para não gerar desperdício. Evite as frituras e, além de agredir menos seu corpo, deixe de despejar óleo na natureza e poluir águas.

Outra dica é estipular metas gradativas de economia de água e energia para o ano.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados