Jornal São Paulo Zona Sul

Morre Milton George Thame, fundador do Jornal do Brás

Faleceu na noite desse sábado, 16 de maio, um decano do jornalismo regional da capital paulista. Milton George Thame era diretor presidente do Jornal do Brás. O jornalista estava internado no Hospital Cruz Azul desde o dia 30 de abril. Thame tinha problemas no pulmão e não resistiu.

Além de jornalista apaixonado pela profissão, Thame era um líder comunitário e promovia encontros bastante conhecidos na região – as tardes de chá do Brás. 

Em 2016, foi agraciado com o título de Cidadão Paulistano, pela Câmara Municipal de São Paulo. Na cerimônia em que recebeu a honraria, foi homenageado por diferentes personalidades e autoridades do bairro. Em seu discurso, lembrou-se de toda sua trajetória, desde os tempos de infância. “Descalço, calça curta, rosto de terra, pobrezinho, dos tempos da Guerra de 1945-1946, das dificuldades da minha querida Boituva, o meu torrão natal, onde estudei meu primário, e lia com sofreguidão, poemas e mais poemas”, discursou, à época. “Meu sonho era um dia conhecer um poeta na vida. Vim para São Paulo, aos 19 anos. Aos 20, tive a honra de integrar a gloriosa Guarda Civil de São Paulo, quando eu tinha o dom da datilografia, aí então conheci o major Chiconello, em 1961, por meio do qual comecei no jornalismo em 1967. Depois fui Policial Militar em 1970 e continuei como jornalista”, relatava.

Além de sua atuação à frente do Jornal do Brás, Thame também ajudou a fundar Conselhos Comunitários de Segurança da região central.

Atualmente, fazia parte da Associação dos Jornais de Bairro de São Paulo (Ajorb) e vinha participando de reuniões e eventos como aquele em que recebeu o certificado de periodicidade do Jornal do Brás. “Ele acreditava e trabalhava pela união entre os jornais. É uma grande perda para a categoria e nos solidarizamos com a família”, declarou Wagner Farias, presidente da Ajorb.

Fundado em 20/10/1989, o Jornal do Brás é herdeiro das tradições pela Família Bairão, cujo patriarca Albino Soares Bairão foi o fundador do primeiro jornal de bairro de São Paulo, de nome “O Braz” em 1/9/1895.

Com tiragem de 15.000 exemplares, o Jornal do Brás é uma verdadeira referência do bairro, com distribuição em todas as bancas do Brás, Belenzinho, Pari, Belenzinho, Mooca Baixa, Ponte Pequena, Canindé, Bom Retiro, Luz, Vila Guilherme e Vila Maria, além de todo o comércio, residências, clubes sociais e desportivos, igrejas, feiras livres, Metrô Brás e Bresser, além de mailing list para 4.000 personalidades, poetas, autoridades constituídas e agências de publicidade.

 

7 comentários

  • Era um otimista, notícia ruim passava longe do seu Jornal. No meu programa O Pulo do Gato destaquei sempre esse contraponto, ele retratava um mundo ideal. Um batalhador pelas causas desse bairro tão querido da cidade. Cumpriu sua missão, que outros levem adiante sua bandeira. Vai fazer muita falta!

  • Meus profundos e mais sinceros sentimentos a família. Deus sabe de todas as coisas e somente ele pode confortar os corações de amigos e familiares. O Sr. Milton gostaria de ser lembrado com festas que adorava realizar, com eventos sociais, sempre representando causas nobres e muitos sonhos. A .melhor idade sempre foi a menina de seus olhos, o Braz seu grande amor e o Jornalismo Social sua vida
    Assim me lembrarei deste grande amigo dos artistas , Sr. Milton George thame.

  • Claro o conconheci, embora um pouco á distância. Entretanto pelo amigo conum Wagner, do Grupo 1 de Jornais, soube sempre da dua conduta exemplar

  • Nós da familia Bairão, lamentamos profundamente o falecimento do sr. Milton que sempre manteve viva a memória de nosso patriarca, cel. Albino Bairão, com seu brilhante trabalho.
    Nossas condolências aos familiares e a equipe do jornal.

  • Milton Jorge
    Conheci em 1990
    Na rua Piratininga
    Consertando as máquinas de escrever do jornal
    Me fez a maior e grande amizade prestou me grandes favores
    Foi um amigo tá sempre
    Está com Deus amém

  • Deixou uma marca indelével no jornalismo de bairro. Fiz alguns eventos em parceria com ele de enorme sucesso. Dava oportunidade a novos cantores e artistas iniciantes. Cumpriu sua missão na terra

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!