Siga-nos

Comunidade

Moradores querem árvores de volta a praça

Publicado

em

A promessa era devolver a praça para a comunidade em setembro, com a chegada da primavera. Mas só neste sábado, dia 19, será reaberta a praça Serafina Giancoli Vicentini, no Sítio da Ressaca, e ainda assim sem placas indicativas, sem placas de concreto que evitem a entrada de carros, sem brinquedos, sem árvores e sem iluminação.

A Praça foi destruída em maio porque ali seria aberto um poço de ventilação do túnel que ligaria a Rodovia dos Imigrantes à Avenida Jornalista Roberto Marinho. Entretanto, o prefeito Fernando Haddad anunciou, pouco tempo depois, que a interligação viária não era considerada obra prioritária pela Prefeitura e seria suspensa. A Prefeitura, por outro lado, prometia investir em outras frentes da chamada Operação Urbana Água Espraiada, como a construção de unidades habitacionais e a criação de um parque linear onde hoje estão as favelas.

A população então se mobilizou e exigiu o retorno da pracinha – até bilhetinhos das crianças que costumavam brincar ali foram espalhados pelos tapumes que cobriam a praça. Depois de alguns encontros em julho, foi ouvida a promessa: no dia 21 de setembro a praça seria entregue de volta.

A praça realmente está sendo reconstruída, mas a vizinhança reclama que a praça ainda está incompleta e que todos os prazos foram estendidos – só no ano que vem a praça será efetivamente concluída. O que mais tem gerado indignação é a falta das árvores, que foram removidas pela construtora e, segundo a Prefeitura, estariam mantidas em viveiros. Os vizinhos exigem que as mesmas árvores sejam replantadas na pracinha. Em um blog na internet, eles chegaram a informar que foram ver de perto as árvores em viveiro, mas agora questionam por que elas não foram replantadas.

Por outro lado, querem que o plantio seja feito com equilíbrio, sem excessos para garantir a manutenção. Assim, criaram um abaixo-assinado virtual para exigir o plantio de 33 árvores. Está em http://www.abaixoassinado.org/assinaturas/assinar/28412.
Além disso, a falta de iluminação gera insegurança e, unidos pela praça Serafina, os vizinhos agora prometem lutar também por outras melhorias para o bairro, como a presença da Guarda Civil Metropolitana no bairro.

Advertisement
5 Comentários

5 Comments

  1. Simone

    22 de outubro de 2013 at 18:00

    è isso mesmo, estamos na luta, vamos marchar até a prefeitura para que se cumpra o prometido, chega de disperdício de dinheiro publico.

    https://www.facebook.com/groups/Movimentovoltapraca/227350864097364/

    https://www.facebook.com/napracinhajabaquara?fref=ts

    http://www.napracinhajabaquara.wordpress.com

    qualquer pessoa pode nos ajudar e acompanhar pelas redes socias

  2. Pingback: comunicado urgente | Na pracinha

  3. ana campoy

    23 de outubro de 2013 at 6:21

    Vamos sempre melhorar.. Prefeitura construam, melhorem, não destruam e dificultem mais do que já está…..

  4. Mara Nunes

    23 de outubro de 2013 at 13:12

    Os brinquedos estão no sol o dia inteiro. Ao meio-dia a praça fica ao léu!

  5. Eugenio Mrozinski

    6 de novembro de 2013 at 17:48

    E nós, burgueses que utilizamos carro não teremos mais a mais importante obra viária da cidade que está a mais de 20 anos em andamento. Esse Malddad é uma vergonha…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados