Jornal São Paulo Zona Sul

Fundação Paulistana busca projetos de turismo ecológico

A Fundação Paulistana divulgou, no final de setembro, três editais de fomento em qualificação profissional no eixo de sustentabilidade. A ação, vinculada ao Programa Green Sampa, lançado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, vai receber propostas de organizações da sociedade civil até 18 de outubro.

Ao todo, mais de 1.300 pessoas serão capacitadas pela ação, que conta com um investimento de mais de R$ 1 milhão para o desenvolvimento das propostas. “Um terço de todo o território do município de São Paulo é composto por áreas rurais. A qualificação profissional deste setor é fundamental para o desenvolvimento econômico e sustentável da cidade, e para isso é necessária a implantação de políticas públicas que fortaleçam a capacitação e a inserção de produtores de orgânicos ao mercado”, explica a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

As propostas deverão apresentar planos de cursos presenciais de turismo ecológico, agricultura de base ecológica e reutilização de resíduos sólidos. A entidade interessada deverá comprovar a capacidade técnica e operacional para o desenvolvimento da metodologia apresentada. Além de experiências correlatas ao tema, o edital exige também que a entidade tenha ao menos um ano de existência. É permitida a apresentação de projetos idealizados por duas ou mais entidades.

Green Sampa

O Green Sampa é um programa que incentiva o desenvolvimento econômico sustentável na cidade de São Paulo por meio do fomento a negócios sustentáveis, tecnologias verdes e qualificação profissional.

Por meio da plataforma www.greensampa.com.br, a iniciativa conecta empresas do setor de economia verde com startups de base tecnológica.

Fundação Paulistana

Entidade da administração indireta da Prefeitura de São Paulo, vinculada à Secretaria Municipal Desenvolvimento Econômico e Trabalho. Com o papel de promover a educação profissional, o trabalho e a cultura, visa o desenvolvimento social, tecnológico, territorial e econômico solidário, priorizando a periferia da cidade de São Paulo.

A candidatura e a relação de documentos deverão ser entregues no setor de protocolo da Secretaria, localizado na Av. São João, 473 – 5º andar.

A comissão de seleção terá 15 dias corridos para a análise e escolha do projeto, o resultado será divulgado no Diário Oficial de São Paulo e no site da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

Acesse os editais:

Ressignificação de resíduos – bit.ly/editalresiduos
Agricultura de base ecológica – bit.ly/editalagroecologia
Ecoturismo – bit.ly/editalecoturismo

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!