Jornal São Paulo Zona Sul

Feira continua ocupando Avenida José Maria Whitaker

A promessa era de que, ao ser inaugurada a revitalização da área municipal na Avenida José Maria Whitaker, todas as feiras livres ali realizadas voltariam para o espaço e deixariam de ocupar a própria via.

Mas, a área foi oficialmente entregue no dia 20 de março, com a retomada da Feira Noturna de Orgânicos, e as demais feiras tradicionais – às terças, às sextas e aos sábados – continuam no meio da rua, atrapalhando a fluidez do trânsito local.

“É muito absurdo ver a área totalmente livre e reformada, o trânsito complicado e as barracas no meio de uma avenida como a Whitaker”, diz um morador.

A Subprefeitura de Vila Mariana confirma que a situação só deve ser resolvida no próximo mês. Isso porque o órgão municipal que cuida da feiras livres, a Abast, estaria revendo os Termos de Permissão de Uso (TPU’s) dos feirantes e liberando apenas aqueles já em situação regular para retomar o espaço.

E por que isso não foi feito enquanto a área estava em obras, ou seja, nos últimos três meses? Ainda de acordo com a Subprefeitura, trata-se de um processo lento.

Nessa sexta, 29/03, havia equipes no local sinalizando e marcando posição das barracas. Será que está faltando espaço no local, após a criação de área de convivência com canteiros e bancos no terreno reformado? A Prefeitura nega.

Mas, isso significa que os feirantes que vinham ocupando a área da feira anteriormente à obra estavam irregulares? Não havia fiscalização antes? O Jornal SP Zona Sul ainda aguarda a resposta aos questionamentos de leitores.

De qualquer forma, a Subprefeitura informou que as feiras de terça e sexta serão regularizadas até a próxima semana. Já a feira de sábado, que é maior, será regularizada até o meio de abril. O subprefeito Fabrício Cobra Arbex afirma que já pediu para que o processo seja agilizado.

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!