Jornal São Paulo Zona Sul

Escolas participam de desafio da ONU Meio Ambiente que busca redução do uso do plástico descartável no cotidiano

A ONU Meio Ambiente está desenvolvendo, desde fevereiro, o Desafio de Volta às Aulas Mares Limpos. A mobilização que envolve alunos, professores, diretores e comunidade vai até o final do mês de junho.

As escolas participantes devem estar promovendo ao longo desse primeiro semestre um projeto com o objetivo de conscientizar crianças brasileiras para que para que o uso de plásticos descartáveis seja reduzido no cotidiano escolar.

A Onu avalia que o problema da poluição plástica tem sido cada vez mais noticiado e que as crianças estão abertas a desenvolver ações para proteger o meio ambiente. O Desafio Volta às Aulas Mares Limpos se insere nesse cenário como uma ferramenta para que escolas e educadores possam trabalhar o tema com suas turmas, de uma forma lúdica e conectada.

Outro objetivo é levar mais informação aos estudantes, escolas e famílias sobre o problema do consumo excessivo do plástico e quais as melhores formas de mudar o triste cenário da poluição plástica nos oceanos.

Para participar, os professores e professoras interessados devem estar promovendo algum projeto que resulte em efetiva redução do uso de plásticos descartáveis na escola e/ou no dia a dia dos alunos. O projeto deve incluir atividades que conectem os alunos com a temática, disseminem informação no ambiente escolar e proponham formas de reduzir o uso de plástico descartável no cotidiano da escola e das famílias. Os alunos deverão registrar a implementação do projeto em fotos, vídeos e texto.

Até o dia 30 de junho, o professor/professora responsável deverá compartilhar online a história do projeto (com as hashtags #CleanSeas, #MaresLimpos e #DesafioEscolasMaresLimpos) e enviar um email para cleanseas@un.org (com cópia para mareslimpos@gmail.com) com o link da publicação online e as informações listadas no documento do Desafio (página 3). É interessante enviar também uma breve explicação sobre o projeto e seus resultados em inglês. Não é necessário registrar o projeto com antecedência.

O Desafio já aconteceu nos países do Hemisfério Norte e em breve os resultados serão divulgados pela ONU Meio Ambiente. As escolas vencedoras serão anunciadas em agosto e ganharão prêmios.

No documento do Desafio há mais informações e atividades sugeridas para trabalhar em sala de aula. Mas os educadores têm total liberdade para abusar da criatividade e mobilizar a escola e a comunidade e provocar um movimento em sua região. Dessa forma, será possível inspirar novas iniciativas em outras entidades e também para dar continuidade nas escolas. Vale lembrar, que a redução de plástico descartável já é um grande prêmio e também representa redução de custos.

A escola vencedora do desafio 2018 era da zona sul paulistana e foi escolhida por ter modificado o hábito de seus alunos, que trocaram os copos descartáveis por canecas permanentes.

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!