Jornal São Paulo Zona Sul

Escola Estadual de Suzano tem tiroteio com pelo menos dez mortos

A Polícia Militar informou há pouco que sibiu para dez o número de mortos em decorrência do tiroteio na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. Mais 17 pessoas ficaram feridas.

Segundo informações da Polícia Militar, dois adolescentes armados e encapuzados invadiram o colégio e disparam contra os alunos.

Até o momento, a PM registrou a morte de cinco alunos, um funcionário do colégio, uma pessoa que passava pela rua no momento dos disparos, além dos dois autores dos diparos. Morreu ainda uma vítima levada para hospital. Informações preliminares indicam que eles se suicidaram.

O governador de São Paulo, João Doria, está no colégio acompanhando as investigações.

O governador de São Paulo, João Doria, cancelou toda sua agenda hoje (13) para acompanhar de perto a tragédia na Escola Estadual Raul Brasil em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. O governador está acompanhado do secretário de Educação, Rossieli Soares da Silva, e do secretario de Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos.

“Assim que foi informado que havia alunos feridos dentro da Escola Estadual Raul Brasil cancelou toda sua agenda e se dirigiu ao local para acompanhar o trabalho de resgate e atendimento aos feridos”, informou a assessoria.

Pelo menos oito pessoas morreram no tiroteio, entre elas cinco crianças, os dois supostos atiradores e um funcionário do colégio. A tragédia ocorreu por volta das 9h30.

Segundo informações da Polícia Militar, dois adolescentes armados e encapuzados invadiram a Escola Estadual Raul Brasil, e efetuaram disparos contra os alunos. Os criminosos teriam cometido suicídio no local.

Fontes: Agencia Brasil/Governo do Estado de SP

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!