Siga-nos

Serviço

Em curso gratuito, Sabesp ensina como encontrar vazamentos

Publicado

em

Profissionais da empresa ensinam técnicas simples para pesquisar vazamentos

Será que todos os clientes da Sabesp fazem ideia de quanto poderiam economizar se seguissem algumas regras para evitar desperdício? Além de reduzir prejuízos ao meio ambiente e contribuir para amenizar um problema crônico da cidade, que em pouco tempo corre o risco de ter de importar água, a população ainda pode economizar dinheiro – vale lembrar que quanto maior o consumo, maior o valor pago por metro cúbico de água e produção de esgoto resultante. O custo é ainda maior para estabelecimentos comerciais.

Algumas dicas são muito simples e interessantes. Certamente o gasto mais absurdo é aquele com vazamentos, muitos deles invisíveis. A dúvida é como saber se em seu imóvel a água está se esvaindo? Existem algumas dicas no próprio site da concessionária (www.sabesp.com.br), mas para quem quer orientações diretas, vale saber que a empresa oferece cursos gratuitos de pesquisa de vazamento. Qualquer pessoa pode participar – desde um profissional da construção civil não familiarizado com o tema até a dona de casa, o chefe de família, o zelador ou síndico de prédios… Afinal, o objetivo não é dar aulas complexas, pelo contrário, a Sabesp quer ensinar técnicas simples e objetivas, sobre vazamentos em instalações hidráulicas.

Em salas montadas com equipamentos hidráulicos especialmente adaptados, a equipe da empresa dá dicas importantes com simulações práticas. A Sabesp conta com o apoio da Associação de Fabricantes de Materiais para Saneamento – ASFAMAS para o fornecimento de material e ampliação das salas de treinamento para a realização do curso.

O programa é aberto ao público em geral e é ministrado nos períodos da manhã e tarde. Os participantes recebem uma cartilha explicativa ilustrada e um certificado de conclusão.

Para participar, basta se inscrever em uma central da Sabesp. Na região, há uma no Ipiranga (Rua do Manifesto 1255), em que a inscrição deve ser feita pelo telefone 3269-5524, com o sr. Carlos Eduardo. Em Santo Amaro, há uma regional na Av Adolfo Pinheiro 2233, em que as inscrições devem ser feitas com o Sr. Barbella pelo telefone 5682-2876.

Para se ter uma ideia do custo do desperdício, um furo de dois milímetros no encanamento, para uma pressão de 15 m de coluna de água, desperdiça, aproximadamente, 3.200 litros por dia! Cada metro cúbico consumido pode custar entre R$ 0,83 e R$ 11,83 o metro cúbico, dependendo do consumo total e do uso do imóvel.

Advertisement
1 Comentário

1 Comentário

  1. luis

    14 de janeiro de 2013 at 17:33

    eu gostaria de faze esse curso para ajuda as pessoa no mundo i eu gosto muito da sabesp tudo que eu queria e faze esse curso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados