Jornal São Paulo Zona Sul

Catadores recebem cursos para aprimorar trabalho de reciclagem

No final de agosto, foi formada a primeira turma do curso “Princípios Básicos de Marcenaria” com catadores de materiais recicláveis na Unidade Produtiva José Bonifácio, na Zona Leste. Ao todo 36 alunos receberam o certificado. A segunda turma já está sendo formada e a previsão é que sejam formados até o final do curso, em outubro deste ano, cerca de 160 catadores.

O principal objetivo do curso, que faz parte do Programa Reciclar para Capacitar, foi recuperar os materiais volumosos como sofás, cadeiras e mesas que são descartados pela população nos Ecopontos, ensinando aos catadores os princípios da marcenaria, com noções básicas de reaproveitamento de móveis.

O Programa Reciclar para Capacitar está proporcionando a formação básica em materiais recicláveis para profissionalizar 2.120 catadores atuantes no município.

Em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) foram oferecidos três cursos presenciais simultaneamente em onze Subprefeituras, kit alimentação e auxílio-curso.

Esse programa faz parte do convênio com a Subsecretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES). O programa é uma iniciativa da Amlurb para atingir a meta 28 do Programa de Metas da Prefeitura de São Paulo 2019-2020, que estabelece a qualificação técnica de 2.100 pessoas na gestão das cooperativas, sistema de monitoramento de sua sustentabilidade e inserção social de integrante.

Ministradas pela Fundação Instituto de Administração (FIA), as aulas práticas e teóricas serão oferecidas nas Subprefeituras de Itaquera, São Mateus, Mooca, Cidade Tiradentes, Campo Limpo, Sé – Centro, Pinheiros, M. Boi Mirim, Jabaquara, Parelheiros e Capela do Socorro. As explanações terão linguagem de fácil entendimento, oportunidade de interação e utilização de recursos audiovisuais, com conteúdos sobre a importância do cooperativismo, economia solidária, saúde e segurança no trabalho e organização social.

Além dos cursos, o programa vai ter dois postos fixos de atendimento para oferecer suporte às cooperativas, associações e grupos de catadores, com assessoria técnica de contabilidade, jurídica, administrativa e em economia solidária. Os pontos ficarão no Centro Público de Economia Solidária – Cambuci e na Unidade Produtiva José Bonifácio – Itaquera.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) durante o curso, os catadores serão mobilizados e orientados sobre a importância de sua inserção e de seus familiares no sistema do CadÚnico, para a garantia de seus direitos sociais.

A Secretaria de Desenvolvi mento Econômico (SMDE) irá auxiliar no apoio mútuo voltado ao desenvolvimento de ações para a formação e a organização de cooperativas e associações de catadores.

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!