Siga-nos

#VacinaçãoCovid

Capital já tem 80% da população vacinada com duas doses

Publicado

em

segunda dose onde tomar

Prefeitura e Governo do Estado estão estudando a possibilidade de liberarem o uso de máscaras em espaços públicos e abertos. O acessório de proteção à Covid deixaria de ser obrigatório, portanto, em ruas, praças, parques públicos. As pessoas, entretanto, terão que continuar carregando suas máscaras porque ao entrar em estabelecimentos – como supermercados, farmácias, prédios públicos, shopping centers, lojas…

A decisão ainda não foi tomada e divide especialistas, que ainda acham arriscada a medida por criar falsa noção de inexistência de risco, quando aglomerações, mesmo em ambientes abertos, ainda representam risco.

O estudo acontece em um momento em que o país ainda tem milhares de pessoas se contaminando por dia e cerca de 500 morrendo pela Covid 19. Mas, ao mesmo tempo, com o avanço da vacinação e estruturação do sistema de saúde, a situação efetivamente está com indicativos mais positivos.

Na capital paulista, mais de 18 milhões de doses de vacinas antiCovid já foram aplicadas. Foram 10.375.365 primeiras doses (D1), 7.143.817 segundas doses (D2), 324.277 doses únicas (DU) e 175.063 doses adicionais (DA), totalizando 18.018.522 doses até sábado passado, dia 2, o que representa 80,9% da população adulta com o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única). Do público de 12 a 17 anos, a cidade atingiu 97,4% da cobertura vacinal.

Pelo calendário da vacinação, que atingiu adolescentes em final de agosto e início de setembro, a expectativa é que no final de outubro e início de novembro até mesmo esse público mais jovem já receba a segunda dose.

Isso porque a Prefeitura anunciou a antecipação da vacinação com Pfizer para 8 semanas. Então, jovens que tomaram a vacina em 30 de agosto ou 1 de setembro, por exemplo, já receberão o reforço em 25 ou 26 de outubro.

Já em 15 de setembro – quando o Ministério da Saúde chegou a anunciar a suspensão da vacinação para esse público jovem sem comorbidades – a cidade de São Paulo já havia atingido 85% do público nessa faixa etária. Assim, se a população se atentar ao novo cronograma com a Pfizer é provável que em meados de novembro a capital atinja quase 100% de sua população com duas doses.

Já os idosos que precisam tomar dose de reforço podem ter que esperar até janeiro ou mesmo fevereiro. Isso porque a terceira dose só pode ser aplicada, conforme as regras atuais, depois de seis meses da segunda.

Feriadão

Durante os dias do feriado nacional de 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, a vacinação antiCovid ocorre em esquema especial na capital. Serão aplicadas as primeiras, segundas e as doses adicionais das vacinas.

No sábado (9), as 82 Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Integradas estarão abertas para vacinação com primeiras e segundas doses, das 7h às 19h e os megapostos, das 8h às 17h.

No domingo (10), estarão abertas as duas farmácias parceiras na avenida Paulista, nos números 2.371 e 266, para primeiras e segunda doses, das 8h às 16h. Haverá ainda ações educativas. O megaposto da galeria Prestes Maia, na região central, estará aberto das 8h às 17h.  Também estará em funcionamento a vacinação em sete parques da cidade, das 8h às 17h, para primeiras e segundas doses.

Na segunda-feira (11), as AMAs/UBSs Integradas vão funcionar das 7h às 19h e os megapostos, das 8h às 17h.

Na terça-feira (12), feriado, as AMAs/ UBSs Integradas abrirão das 7h às 19h e os megapostos, das 8h às 17h.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados