Siga-nos

consumidor

Atrasos no pagamento do gás não vão resultar em corte do fornecimento

Publicado

em

A Comgás suspendeu até 31 de maio, as ações de interrupção de fornecimento de gás de consumidores residenciais e pequenos comércios. A medida é voltada para os imóveis que consomem até 500m³/mês, conforme a média de consumo do primeiro bimestre deste ano. A medida também será válida para hospitais e unidades de saúde.

Durante o mesmo período, nas indústrias será suspenso o consumo mínimo obrigatório do volume contratado e não retirado.

A decisão foi tomada pela empresa após conversa com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e com a Agência Reguladora, a Arsesp. As ações de interrupção de fornecimento de gás poderão ser feitas apenas em casos de emergência.

Em nota, a Comgás classificou o momento como “desafiador e único na história de nosso País”.

A empresa fornece gás natural a mais de 2 milhões de clientes, dentro de sua área de concessão (Região Metropolitana de São Paulo, Baixada Santista, Região Administrativa de Campinas e Vale do Paraíba). “Nossos esforços neste momento estão concentrados nas ações imprescindíveis para a continuidade das atividades de forma remota, ou presencial quando necessário, garantindo à nossa equipe as melhores condições de segurança física, higiene, saúde e de apoio às suas famílias”, informou a empresa.

No segmento industrial, também foi suspensa, em caráter provisório, até 31 de maio de 2020, a cobrança de valores devidos a título de volume mínimo contratado e não retirado (take-or-pay), vencidos a partir de 23 de março.

Álcool etílico 70%

O grupo Cosan, controlador da Comgás, obteve também autorização da Anvisa para produzir álcool etílico 70% para limpeza e assepsia. Inicialmente, serão distribuídos quatro mil litros aos hospitais da rede pública na Grande São Paulo.

Advertisement
1 Comentário

1 Comentário

  1. mirian fiuza

    22 de setembro de 2020 at 16:39

    Incrivel conta venceu dia 17-9-2020 hoje dia 22-9-2020 ja estou recebendo cobraça de conta em atraso sujeito a suspensão fornecimento, eu sei que passou do dia do venc e atraso , agora receber email com ameaça de fornecimento de 5 dias de atraso e ainda em epoca da pandemia e por a faca no pescoço. Estou indignada nunca atraso ,esse meses e por eu tambem receber minha economia atrasada . Falta de compreenção com seus clientes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados