Durante os próximos 35 anos, o Parque do Ibirapuera será administrado e comercialmente explorado por uma empresa ou concessionária. Esta semana, a Prefeitura divulgou o edital de licitação  para a concessão do mais frequentado dos Parques Municipais, mas acrescentando que o vencedor do certame terá que se responsabilizar também por outras cinco áreas verdes em regiões menos nobres da cidade: parques, Jacintho Alberto, Eucaliptos, Tenente Brigadeiro Faria Lima, Lajeado e Jardim Felicidade.

Inicialmente, haverá uma consulta pública e depois novo e definitivo edital, com as sugestões, deve ser publicado em 7 de abril. A Prefeitura ressalta que uma exigência básica é que o concessionários deverá matner o acesso aos parques livre e gratuito, ou seja, não poderá haver cobrança de ingresso. Garante ainda que os atuais vendedores autônomos ambulantes do Ibirapuera serão mantidos.

O valor mínimo estipulado é de R$ 1,9 milhão para o pacote de parques e a Prefeitura alega que ganhará não somente com este valor, mas também com o que deixará de gastar na manutenção e em novos investimentos para as áreas verdes, totalizando um ganho estimado para o município de  R$ 1,6 bilhão

“A Prefeitura gasta cerca de R$ 180 milhões por ano com a operação dos parques na cidade. A concessão vai trazer desoneração e melhoria na qualidade dos serviços dentro desses espaços. Além disso, a receita arrecadada com a outorga será enviada para o Fundo Municipal de Desenvolvimento Social, para ser utilizada somente em investimentos nas áreas prioritárias”, afirmou o secretário de Desestatização e Parcerias, Wilson Poit.

Além de manter o acesso gratuito e livre, a concessionária vencedora deverá melhorar a infraestrutura e servióc oferecidos em cada parque. A Prefeitura diz que haverá reavaliações e fiscalização costantes para garantir que estas melhorias efetivamente ocorram.

São esperados mais de R$ 100 milhões em investimentos somente para o Ibirapuera.

A situação dos demais parques da cidade estão em análise e deverão ser aproveitados para formação de novos lotes.

O Ibirapuera tem mais de 1,5 milhão de metros quadrados e conta com campos de futebol em grama sintética, quadras esportivas, estações de ginástica, playgrounds, sanitários, pistas de corrida, áreas de piquenique e ciclofaixa.

Compartilhe:

Comente essa matéria: