Siga-nos

Saúde

Zona Sul tem homeopatia na rede pública

Publicado

em

O local era conhecido, no passado, como o “postinho” do Conjunto dos Bancários. Mas, as unidades de saúde existente na rua João Baptistucci e Carlo Gerolomo MOnaco há tempos se especializaram em práticas diferenciadas para garantir a qualidade de vida e tratamento em saúde com homeopatia e práticas integrativas.

Para ser atendido, é importante ressaltar, o interessado precisa antes buscar se cadastrar e passar por alguma Unidade Básica de Saúde (UBS). Mas todo atendimento é público e gratuito – atuamente, nada menos que 1200 pessoas participam de atividades e recebem tratamento.

No início do mês, o prefeito Ricardo Nunes foi conhecer esse trabalho da rede de unidades do Centro de Referência em Homeopatia Medicina Tradicional e Práticas Integrativas em Saúde (CRHMTPIS) Bosque da Saúde e o Centro de Referência da Dor Crônica (CRDor), que existe desde

“São realizadas uma série de atividades para pessoas que sentem dores constantes”, disse o prefeito Ricardo Nunes durante a visita ao Centro de Referência da Dor Crônica.

“Temos muitos pacientes idosos e que com o passar da idade adquirem essas dores crônicas e aqui temos uma gama de profissionais e técnicas para aliviar essas dores e dar mais qualidade de vida ao nosso paciente”, explicou a secretária executiva de Atenção Básica, Especialidades e Vigilância em Saúde (SEABEVS/SMS), Sandra Sabino.

O CRDor presta assistência integral e especializada das 7h às 19h a pacientes em risco ou com dor, incluindo triagem, avaliação, indicação e tratamento medicamentoso, terapias adjuvantes e em grupo. O equipamento tem capacidade para realizar 1.220 consultas por mês e oferece atendimento interdisciplinar à crescente demanda de pacientes que apresentam quadros crônicos dolorosos, contribuindo para a melhora da qualidade de vida desses cidadãos.

O centro também atua na parte de prevenção e promoção da saúde, colaborando para o uso racional de medicamentos, qualificação do atendimento com especialistas e promoção da assistência integral à saúde.

Ao todo, 23 profissionais prestam serviços na unidade, entre reumatologistas, ortopedistas, acupunturistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, fisiatras, assistentes sociais, profissionais de enfermagem e equipes administrativas.

Localizado na rua Carlos Gerolomo Mônaco, 169, Vila Mariana, o centro é gerenciado pela Organização Social de Saúde (OSS) Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), com custeio mensal de R$ 174.821,65.

Centro de Referência

O CRHMTPIS Bosque da Saúde faz parte da rede de unidades da Supervisão Técnica de Saúde (STS) Vila Mariana/Jabaquara, que atende a uma população que tem, em sua maioria, de 25 a 59 anos de idade. Entre as especialidades ofertadas na unidade estão fitoterapia e plantas medicinais, orientação alimentar, aromaterapia, arteterapia, imposição de mãos (reiki, toque quântico), dança circular, radio taissô, lian gong, xian gong, taj Qigong, tai chi pai lin, meditação, auriculopuntura e geoterapia.

A unidade, que passou por adequações e melhorias por meio dos recursos do programa Avança Saúde SP em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), foi reinaugurada em junho de 2021, e tem capacidade média mensal de 368 consultas médicas, 1.536 sessões de acupuntura e 264 consultas médicas em homeopatia. O valor total investido foi de R$ 2.371.057,84.

O centro está situado na rua João Baptistussi, 55, no Conjunto Residencial Santa Cruz, na Vila Mariana.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados