Jornal São Paulo Zona Sul

Vila Mariana tem vários bancos de leite humano

A Semana Mundial da Amamentação, nesse início de agosto, reúne diversas atividades e eventos para conscientizar sobre a importância do leite materno para os primeiros meses de vida de um ser humano.

Entre elas, está a divulgação e busca por fortalecimento do Banco de Leite Humano (ou Banco de Leite Materno). São Paulo é o Estado com a maior concentração de Bancos de Leite Humano, com cerca de 60 unidades.

E para quem mora na Zona Sul de São Paulo há vários endereços – especialmente para quem pode doar, ou seja, mulheres que estão amamentando e contam com sobra para ajudar a salvar outras vidas.

Houve um aumento de 29,2% no volume de leite humano coletado, saltando de 40,8 mil litros em 2008 para 52,8 mil litros em 2018, mas as doações tendem a diminuir no inverno.

“Qualquer quantidade ajuda. Existem bebês que mamam apenas 1ml em cada mamada. Por isso, muitas vezes 1 litro de leite humano pasteurizado é capaz de alimentar 10 recém nascidos prematuros por dia”, explica a coordenadora do Banco de Leite Humano do Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, Andrea Spinola.

A doação de leite não apenas auxilia no atendimento de recém-nascidos, principalmente para os internados em unidades neonatais, onde em muitos casos as mães estão impossibilitadas de amamentar, mas também pode ser vantajosa para as mulheres, uma vez que evita o acúmulo de leite nas mamas e possíveis complicações.

“O leite estagnado, parado nas mamas, pode levar a intercorrências extremamente dolorosas que podem ocasionar o desmame, como ingurgitamento mamário, ducto bloqueado, mastite e abscesso mamário”, explica a especialista.

Como doar

Tornar-se doadora é muito simples. Se a mulher é saudável, está amamentando seu bebê e sobra leite nas mamas, ao invés de desprezar o excedente, pode contribuir com as mães que não têm leite suficiente.

Para doar, basta seguir as normas higiênico sanitárias para coleta de leite humano, coletar em recipiente de vidro esterilizado, armazenar em congelador por até 15 dias, ligar para o banco de leite humano mais próximo de sua residência. Alguns deles inclusivem fazem coleta domiciliar.

Postos de coleta

Veja alguns dos endereços na região. A lista completa pode ser consultada no site http://www.redeblh.fiocruz.br.

▶ Banco de Leite Humano do Hospital São Paulo –HU/ UNIFESP
Rua Dr. Diogo de Faria , 395 Vila Clementino. Telefone: 11-5539-0155

Horario Funcionamento: DOM – SEGUNDA – TERÇA – QUARTA – QUINTA – SEXTA – SÁB; Manhã: de 08h às 11h55; Tarde: de 12h às 16h.
Coleta Domiciliar: Sim
Hora Marcada: Sim

▶ Posto de Coleta de Leite Humano Chella e Moise Safra
Rua Napoleão de Barros, 754 Vila Clementino
Telefone: 11-5576-4107
Horario Funcionamento:
DOM – SEGUNDA – TERÇA – QUARTA – QUINTA – SEXTA – SÁB; Manhã: de 08h às 11:h; Tarde: de 12h às 18h

▶ Banco de Leite Humano do Hospital do Servidor Público Estadual
Rua Pedro de Toledo, 1.800 Vila Clementino. Telefone: 11-4573-8172
Horario Funcionamento: SEGUNDA – TERÇA – QUARTA – QUINTA – SEXTA – Manhã: de 07h às 11h. Tarde: de 13h às 19h.
Coleta Domiciliar:
Sim
Hora Marcada:
Sim

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!