Siga-nos

Urbanismo

Vila Mariana e Jabaquara têm 70 milhões para zeladoria

Publicado

em

Para o ano que vem, o orçamento para a Subprefeitura Vila Mariana, que atende os distritos da Vila Mariana, Moema e Saúde está previsto em R$ 42,5 milhões.

Já para a Subprefeitura Jabaquara, que atende apenas ao distrito do Jabaquara, o orçamento previsto é de R$ 28,6 milhões em 2022.

Os valores constam do PL (Projeto de Lei) 669/2021, que propõe a LOA (Lei Orçamentária Anual) 2022. O projeto estima a receita e fixa as despesas da capital paulista.

No caso da Subprefeitura de Vila Mariana, além dos R$ 17,3 milhões calculados para a administração própria da unidade, devem ser investidos R$ 11 milhões na manutenção e operação de áreas verdes e vegetação arbórea, R$ 4,7 milhões para o mesmo serviço em guias e sarjetas e outros R$ 2,5 milhões em ações de fiscalização do comércio ilegal.

Já em saneamento, o projeto prevê R$ 5,7 milhões para manutenção de sistemas de drenagem na região.

No caso do Jabaquara, o montante estimado, a maior parcela, R$ 23,2 milhões, deve ser investida na função urbanismo, o que inclui R$ 3,6 milhões para manutenção e operação de áreas verdes e vegetação arbórea, R$ 4,3 milhões para manutenção e operação no serviço de guias e sarjetas e R$ 1 milhão para manutenção de vias e áreas públicas.

Já em saneamento, a região atendida pela subprefeitura tem R$ 5 milhões orçados para manutenção dos sistemas de drenagem.

A Proposta de Lei Orçamentária Anual para o exercício de 2022 está em análise na Câmara Municipal de São Paulo. O texto poderá sofrer alterações sugeridas por munícipes e vereadores durante a fase de tramitação.

Assim, os montantes destinado à Subprefeituras da Vila Mariana e do Jabaquara poderão ser alterado.

A população pode opinar e participar desse processo, integrando audiências públicas e envie contribuições por meio do hotsite do Orçamento 2022. A ferramenta disponibiliza o calendário oficial das audiências e traz as últimas notícias sobre a proposta.

Governo do Estado

O Governo de São Paulo recebeu aprovação da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), na última quarta (15), para o maior valor de orçamento da história do Estado. A receita de R$ 286,7 bilhões para 2022 é 17% maior que os valores aprovados para 2021, com recorde de R$ 27,5 bilhões em investimentos públicos em todo o Estado.

Para a capital, destaque ao investimento na retomada da Linha-6 Laranja do Metrô. Com previsão de R$ 15 bilhões, a obra é a maior da América Latina na área de infraestrutura e já gera 3 mil empregos. A partir de janeiro, serão abertos 5 mil postos de trabalho para continuidade da construção da Linha-6.

O Estado ainda investe na construção da Linha-17 do monotrilho e as extensões da Linha-2 Verde do Metrô e da Linha-9 da CPTM. Outras ações serão a despoluição do Rio Pinheiros e no Hospital Pérola Byington que integram o programa de investimentos, chamado Pró SP.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados