Siga-nos

Saúde

Vai se vacinar? Confira o “filômetro” antes

Publicado

em

A vacinação foi suspensa na cidade de São Paulo na terça-feira por falta de doses da vacina contra coronavírus, de todos os fabricantes. A alta adesão do público na faixa etária dos 50 anos acabou representando a necessidade de readequar a distribuição e ainda o escalonamento da faixa etária seguinte.

Nessa semana, começaram a ser vacinadas pessoas de 49 anos na quarta-feira, e a projeção atual é seguir o seguinte cronograma:

49 anos: 23 de junho

48 anos: 24 de junho

47 anos: 25 de junho

46 e 45 anos: 28 de junho

44 e 43 anos: 29 de junho

42 anos: 30 de junho

41 anos: 5 de julho

40 anos: 8 de julho

Mas, já nessa quinta-feira alguns postos em todas as regiões da cidade ficaram desabastecidos enquanto que outros sequer apresentavam fila e tinha situação tranquila.

Na região do Cursino, por exemplo, a UBS da Rua Domingos de Rogatis não tinha nem fila na tarde de quinta, 24. A unidade Água Funda estava sem estoque, no mesmo horário, e a UBS Vila Gumercindo tinha fila grande. Ao mesmo tempo, a UBS Vila Morais tinha uma fila pequena.
Situação semelhante era observada na região da Saúde: enquanto o posto de saúde na Avenida Ceci estava aguardando reposição de estoque, a unidade vizinha do Parque Imperial, pouco mais de um quilômetro dali estava com pequena fila.

Poro volta das 16h, a situação do posto volante de São Judas foi atualizada e o endereço estava sem fila nenhuma para aplicação da vacina. Também o posto na Ceci já estava normalizada, porém com fila média.

Todas essas informações ficam disponíveis no “filômetro”, site criado pela Prefeitura para monitorar os diferentes endereços de vacinação na capital – são mais de 500 endereços, no total.

O endereço deolhonafila.prefeitura.sp.gov.br vai sendo atualizado ao longo do dia para que o público alvo da campanha possa fazer a melhor escolha no momento de se vacinar.

Drive thrus

Para quem pode usar o carro no momento da vacinação, uma coisa é certa: a maioria dos postos que operam nesse sistema têm, em geral, situação mais tranquila e, salvo exceções, não registravam desabastecimento na tarde de ontem.

Na região Vila Mariana, Saúde e Jabaquara, um dos endereços mais tranquilos é o Clube Monte Líbano, ao lado do Parque Ibirapuera. Interessante observar que ali ao lado, o Hospital do Servidor Público Estadual também conta com equipe para vacinação, tanto em sistema drive-thru quanto para pacientes a pé. A desvantagem é que esse posto não consta da listagem da Prefeitura e, por isso, não tem atualizações no “filômetro”.

No Posto de Vacinação do Iamspe, a ação acontece sempre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h na Rua Pedro de Toledo, 1800 (para pedestres) e no sistema drive-thru, na Avenida Ibirapuera, 1215, até o final das doses.

Na tarde dessa quinta, o filômetro apontava que os drive-thrus do Autódromo Interlagos, , o Shopping Campo Limpo e o Hospital Dom Alvarenga (Ipiranga) como pontos tranquilos e sem fila para vacinação.

Já o posto do Shopping Center Ibirapuera não estava funcionando e nos shoppings Santa Cruz e Interlagos as esquipes esperavam por reabastecimento de doses.

Costumam ser tranquilos também os megapostos de vacinação implantados pela Prefeitura. Na zona sul, geralmente há pouca ou nenuma fila na Unisa Santo Amaro e no Centro Empresarial São Paulo (Santo Amaro)
Segundo a Prefeitura, desde o lançamento do “filômetro”, na semana passada, o site já soma mais de 4 milhões de acessos.

A Prefeitura ainda explica que o status “aguardando abastecimento” foi criado para locais em que o estoque está sendo regularizado devido à alta procura. Nesses casos é feito um remanejamento de doses para.

Mesmo com a nova ferramenta, a SMS recomenda que todos os públicos elegíveis preencham o pré-cadastro no site Vacina Já (www.vacinaja.sp.gov.br). Isso colabora para agilizar o tempo de atendimento nos postos de vacinação. Basta inserir dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento para concluir o cadastro.

A SMS reforça que para receber o imunizante é necessário apresentar no ato da vacinação os documentos pessoais, preferencialmente CPF, cartão SUS e um comprovante de residência na capital. A medida é necessária para garantir a vacinação à população do município de São Paulo.

Os cuidados contra a Covid-19 devem ser mantidos mesmo após a aplicação da vacina e inclusive para quem já teve a doença, seguindo com o uso de máscara, higienização das mãos com água e sabão ou álcool em gel e distanciamento social.

Advertisement
2 Comentários

2 Comments

  1. Daniela

    29 de junho de 2021 at 14:09

    Estou no drive thru da Nazaré e está uma fila enorme e demorada e no app está acusando pequena.

  2. ELISANGELA DE SOUZA REIS

    30 de junho de 2021 at 13:38

    a fila tá grande

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados