Siga-nos

expirado

UPA Jabaquara fica pronta em março, garante Prefeitura

Publicado

em

A Prefeitura retomou, em 2020, as obras de unidades de saúde por toda a cidade. Uma delas é a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) junto ao Hospital Saboya. A UPA deverá prestar atendimento 24 horas por dia e deve desafogar o Pronto Socorro do Hospital Saboya. A promessa foi de que o novo equipamento entraria em funcionamento já em dezembro, mas até agora a obra não foi entregue.

Em nota, a Prefeitura informou que a obra da UPA Jabaquara está em fase final, com previsão de término para março de 2021.

Informou ainda que empresas licitadas pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB) são as responsáveis pela realização das obras, todas integrantes do Programa Avança Saúde SP.

Resultado de acordo entre a Prefeitura e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o programa visa a ampliar a oferta, melhorar as condições de acesso e aprimorar a qualidade dos serviços municipais no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade de São Paulo.

A UPA Jabaquara, de acordo com a Prefeitura, auxiliará no atendimento de média complexidade na região. Dessa forma, os serviços da rede de Atenção Básica e hospitalar do Jabaquara será aprimorado e o fluxo de atendimento da região ganha agilidade.

A obra faz parte da retomada de seis Unidades de Pronto Atendimento (UPA) na capital. As outras unidades que tiveram as obras retomadas foram: Vila Mariana, Parelheiros, Mooca, Cidade Tiradentes e City Jaraguá. Todos esses equipamentos atenderão com portas abertas, 24 horas, todos os dias. Atualmente, a cidade já conta com 14 UPA’s em funcionamento – seis foram entregues entre 2019 e 2020.

Estrutura

A UPA Jabaquara está localizada na Rua Cruz das Almas, anexo ao Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya.

Caracterizada como tipo III, a nova Unidade terá capacidade de atendimento médio de 350 pacientes por dia e assistência à população de uma área de abrangência de 200 mil a 300 mil habitantes. A Unidade está sendo implantada em um terreno de 2.500 metros quadrados e, quando concluída, contará com leitos de urgência, leitos de observação infantil, leitos de observação adulto, consultórios médicos, consultório odontológico, sala de ortopedia, raio-x, salas de gesso, suturas, esterilização e expurgo, sala para medicação, sala para coleta de exames, poltronas de inalação adulto e infantil.

A unidade contará ainda com salas de isolamento, salas de avaliação e triagem. Será também equipada com farmácia, serviço social, ouvidoria e áreas administrativas. Além de atender a todas as normas de acessibilidade, a unidade contará com aquecimento solar e utilizará água de reuso.

A Prefeitura ainda garante que as novas UPAs terão profissionais clínicos, cirurgiões, ortopedistas, pediatras, enfermeiros, coordenadores na área médica e enfermagem, técnicos de farmácia, gesso e enfermagem, farmacêuticos, assistentes sociais e funcionários da área administrativa.

Assim, as UPAs têm capacidade para estabilizar os quadros dos pacientes e realizar o diagnóstico inicial, para desafogar as Assistências Médicas Ambulatoriais e os equipamentos hospitalares na cidade.

Advertisement
4 Comentários

4 Comments

  1. Nilza costa

    23 de março de 2021 at 9:09

    Só falta inaugurar e desligar esse gerador que não deixa ninguém dormir.
    Quando que esse tormento termina?

  2. Gislene

    23 de março de 2021 at 9:14

    Barulho insuportável, os moradores vizinhos precisam descansar e não conseguem devido ao barulho do gerador.
    Quando esse tormento ira acabar?

  3. MARIA CRISTINA ASSIS FONSECA

    23 de março de 2021 at 9:18

    Desejo que funcione e atenda a população, mas o respeito aos vizinhos é o primriro passo, esse barulho do gerador está afetando o nosso descanso.
    Por favor encontrem uma solução.

  4. Sandra

    16 de maio de 2021 at 23:40

    Levei a minha tia que estava com hipertensão. Fui muito bem atendida
    Parabéns a todos os profissionais que continue assim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados