Jornal São Paulo Zona Sul

Temer é preso em São Paulo

Foi preso na manhã dessa quinta, 21, o ex-presidente Michel Temer. A prisão faz parte da Operação Lava Jato mas ainda não há detalhes sobre a força tarefa. Temer responde a dez inquéritos.

Outro mandado de prisão foi expedido contra o ex ministro das Minas e Energia, Moreira Franco, além coronel João Batista Lima Filho. Informações dão conta de que a força tarefa ainda vai prender mais cinco pessoas, entre elas empresários.

Atualizações dão conta de que Moreira Franco já está preso também.

Sabe-se que o presidente Temer está, nesse momento, sendo transferido para o Aeroporto de Guarulhos. De lá, será levado em voo ao Rio de Janeiro, em um avião da Polícia Federal.

De acordo com informações iniciais, o ex-presidente fez exame corpo de delito em local não divulgado e não teria passado pela sede da Polícia Federal na Lapa. De acordo com a Agencia Brasil, o exame deve ser feito já no Rio de Janeiro.

Prisão

Ainda de acordo com a Agência Brasil, a prisão foi determinada pelo juiz federal Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelas ações de desdobramento da Operação Lava Jato.

Filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Temer assumiu a Presidência da República em maio de 2016, depois do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ao longo de sua trajetória política, Temer foi presidente da Câmara dos Deputados, secretário da Segurança Pública e procurador-geral do estado de São Paulo.

Partido

O MDB lamentou a postura açodada da Justiça à revelia do andamento de um inquérito em que foi demonstrado que não há irregularidade por parte de Temer e do ex-ministro Moreira Franco. O MDB espera que a Justiça restabeleça as liberdades individuais, a presunção de inocência, o direito ao contraditório e o direito de defesa

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!