Siga-nos

História

Sobrevivente de Hiroshima é homenageado na Câmara

Publicado

em

Takashi Morita está no Brasil desde 1956, tem loja na Saúde desde 1969 e adora o bairro 

Há quase dez anos, o São Paulo Zona Sul conversou com Takashi Morita para que ele contasse sua incrível história: então com 81 anos, este comerciante que tem loja na Saúde desde 1969 é um dos sobreviventes da bomba atômica jogada na cidade japonesa de Hiroshima, no Japão, na Segunda Guerra Mundial, há 70 anos.

Esta semana, ele foi agraciado com o Título de Cidadão Paulistano, entregue pela Câmara Municipal, em sessão solene. Agora com 91 anos, Morita é também fundador da associação que presta apoio a outras vítimas da bomba no Brasil.

“Representa muito para nós. Ele [Morita] está recebendo esta homenagem não só em nome dele, mas em nome de todos os sobreviventes que vieram para o Brasil, país que acolheu a maioria deles com muito amor”, disse a filha do homenageado, Yasuko Saito. “Essa homenagem também se estende aos jovens.

Meu pai sempre diz que precisa contar sua história aos jovens para que a humanidade não repita os mesmo erros”, completou.

A homenagem, que aconteceu na última sexta, 26, foi proposta pelo vereador Toninho Vespoli (PSOL). O parlamentar lembrou das grandes contribuições de Morita nas discussões de disseminação da cultura de paz e pela defesa do meio ambiente, sendo referência e, inclusive, batizando uma ETEC (Escola Técnica Estadual) com seu nome. “Escolhemos homenagear a historia de vida do Takashi Morita por tudo que ele pode representar na mensagem de paz para o mundo inteiro e na defesa de que a energia nuclear é coisa séria e deve ser tratada com responsabilidade pelos governos”, afirmou.

O sobrevivente da bomba sempre disse que escolheu o Brasil por ser um país distante das guerras. “Hoje estou muito contente, me considero um paulista de coração. Para mim o Brasil é um paraíso. Muito obrigado a todos”, disse Morita, emocionado.

No Japão, Morita foi policial militar e também relojoeiro.

Prestaram suas homenagens na solenidade o vereador Salomão Pereira (PSDB), o Deputado Estadual Carlos Giannazi (PSOL), o Cônsul Geral do Japão, Takahiro Nakamae, e o secretário municipal de Direitos Humanos, Eduardo Suplicy.

 

Solenidade na última sexta, 26, conferiu o título de cidadão paulistano ao comerciante e ex-policial japonês

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados