Siga-nos

Meio ambiente

Seja vegetariano uma vez por semana

Publicado

em

Há benefícios ambientais em reduzir consumo de carne

Frutas,verduras e legumes são base fundamental na alimentação saudável de qualquer ser humano, especialmente se consumidos sem agrotóxicos que poluem o solo. E podem ser consumidos de maneira integral, sem gerar resíduos: basta descobrir as inúmeras possibilidades de se aproveitar talos, cascas e sementes em receitas deliciosas.
Mas a importância dos hortifrutis na alimentação vai além: o aumento do consumo de carnes para atender toda a população mundial representa grande impacto ambiental por diversos motivos: grande consumo de água (desde a criação até o abate de cada animal), poluição do ar e do solo por conta dos excrementos e emissão de poluentes, contaminação de fontes naturais e devastação de florestas para a criação de pastos, além da situação em que são criados animais para produção de alimentos.
Em São Paulo, por exemplo, acaba de ser aprovada uma lei – ainda questionada judicialmente – que impede a comercialização do foie gras, alimento nobre e caro produzido a partir do fígado de gansos alimentados forçosamente, de forma cruel.
Outro dado curioso: cada quilo de carne bovina demanda cinco quilos de alimentos de origem vegetal para ser produzidos, ou seja, alimentos que poderiam atender a uma população maior.
Para reduzir o consumo de carne mundial, uma iniciativa interessante tem sido a de estimular as pessoas a adotarem a alimentação sem carnes uma vez por semana. Há, na atualidade, outra corrente incentivando, também, a alimentação “crudívora” em outro dos dias da semana. O crudivorismo propõe o não cozimento dos alimentos, todos eles de origem agrícola. Segundo os adeptos desta linha, o ato de cozer, fritar ou assar alimentos devasta sua capacidade nutritiva.
A prática ainda representa a economia de gás, água e energia no processo de produção das refeições.
De qualquer forma, vale ressaltar que o grande vilão quando se trata de alimentação da humanidade e combate à fome é o desperdício. Não só a pecuária como a agricultura são as atividades humanas que mais demandam água: 70% da água disponível é utilizada na produção de alimentos, sem falar nos gastos de combustíveis com transporte e na ocupação de aterros com sobras que poderiam estar alimentando seres humanos por todo o planeta.

 

Alimentação só com frutas, verduras, legumes e grãos, uma vez por semana, reduz a necessidade de carne para alimentar a população mundial

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados