Jornal São Paulo Zona Sul

Que tal trocar seus livros no metrô e no Ibirapuera?

Terça-feira, 23 de abril, foi o Dia Mundial do Livro. E duas iniciativas podem ser aproveitadas – especialmente por aqueles que circulam pela região – pelos amantes da leitura.

Uma delas é do Metrô de São Paulo, que na data instalou duas estantes na estação Brigadeiro da linha Verde, na região do Paraíso. Ali, 200 livros esperavam para ser levados por passageiros. Por outro lado, a expectativa é de que mais gente passe por lá deixando seus próprios livros para serem lidos por outras pessoas.

O detalhe é que os livros disponibilizados são aqueles que foram deixados por passageiros e não foram procurados por mais de 60 dias – prazo máximo em que ficam no departamento de Achados e Perdidos os objetos esquecidos nas estações e vagões.
O projeto #achadosnaleitura tem como lema “Alguém perdeu, nós achamos e todos compartilharemos”.

Além disso, os passageiros poderão ainda disseminar a ideia registrando por foto o momento da retirada ou entrega de um livro e compartilhar nas suas próprias redes sociais, marcando as hashtags #metrosp e #achadosnaleitura.

As estantes serão itinerantes e mudarão de estação a cada dois meses, permitindo que os passageiros de todas as linhas e estações participem da iniciativa.

O Metrô vai disponibilizar cerca de 200 livros de diversos temas e o estoque será reposto semanalmente por funcionários do Metrô. Os passageiros poderão levar os livros, devolvendo-os após a leitura para que novas pessoas possam utilizá-los.

Para colaborar, basta levar um exemplar até a estação onde a estante estiver localizada. Não serão aceitos livros didáticos e de cunhos religioso, político ou sexual.

Ecologia e Meio Ambiente

Outra iniciativa semelhante é da Umapaz, Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz, Departamento de Educação Ambiental da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) e vai até dia 30/4, das 9h às 18h.

Ali, quem quiser pode levar um livro e pegar outro. Quem levar três livros recebe três em troca – e assim vai! O livro precisa estar em ótimo estado de conservação e não são aceitos livretos, folhetos, nem revistas para troca.

O legal é que todos os anos a Biblioteca faz isso duas vezes – em abril e novamente em outubro, mantendo seu acervo sempre circulante e com novidades.

Além de tudo, a Feira de Troca de Livros da Umapaz é uma ótima oportunidade para conhecer a biblioteca, que fica em pleno Parque do Ibirapuera. Chamda de Espaço Sapucaia, ela tem acervo dedicado à educação ambiental e à cultura de paz e já existe há 11 anos!

As quatro mil obras do acervo incluem livros, trabalhos técnicos, artigos e reportagens, além de multimídias como CDs e DVDs.
A biblioteca funciona de segunda a sexta-feira das 9h às 18h e sábados das 9h às 13h. Para o empréstimo de obras é necessário fazer uma ficha de usuário, apresentando documento de identidade original e de residência. A locação tem duração de uma semana, podendo ser renovada posteriormente.

A programação do Espaço Sapucaia inclui eventos pontuais e também a Aventura Ambiental – sessões de vídeo sobre educação ambiental, visita monitorada pelo Parque Ibirapuera e “contação” de histórias. Brinquedos e livros estão disponíveis para crianças a partir de quatro anos de idade.

A Biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h e aos sábados, das 9h às 13h. Fica na Av. IV Centenário, n. 1268 – portão 7A – Parque Ibirapuera. Acesso aos pedestres pelo Portão 7A, Av. IV Centenário, n. 1268 (quase esquina com a Av. República do Líbano). Estacionamento: Portão 7, Av. República do Líbano, estacionamento (Zona Azul).

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!