Siga-nos

Coronavírus

Quarentena pode acabar em agosto

Publicado

em

Já no próximo domingo, 1 de agosto, estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços estão liberados para abrir as portas entre 6h e meia noite, com limite de até 80% de sua capacidade. Depois, em 17 de agosto, se os índices de combate à pandemia se mantiverem estáveis, o comércio estará liberado para atender todo o público.

Ainda não há detalhamento sobre eventos, que por enquanto continuarão acontecendo em formato de testes e o Governo desaconselha aglomerações, mas ao que parece, a “quarentena” que teve início em 20 de março do ano passado e seguiu várias prorrogações está finalmente chegando ao fim.

“Continuamos passo a passo, de forma segura, flexibilizando e voltando ao normal”, declarou Doria. “São Paulo teve uma queda substancial de casos, internações e, felizmente, de óbitos, porque aqui seguimos protocolos de saúde e a orientação da medicina”, completou. O Governador também confirmou o fim do toque de recolher durante as madrugadas.

A capacidade máxima de ocupação permitida nos estabelecimentos, atualmente em 60%, sobe para 80%. O uso obrigatório de máscara em ambientes de acesso público, distanciamento mínimo de um metro e respeito a protocolos de higiene estão mantidos.

O acesso de clientes a shoppings, galerias, lojas de rua, bares e restaurantes deverá ser interrompido às 23h, com atendimento permitido até meia-noite. Todas as atividades econômicas devem obedecer aos protocolos setoriais de segurança sanitária previstos no Plano SP (saopaulo.sp.gov.br/planosp/).

Eventos e casas noturnas

Eventos que geram aglomerações – casas noturnas, shows de médio e grande porte, competições esportivas com público, etc – continuam proibidos, com possibilidade de reabertura condicionada aos resultados de eventos modelo sob supervisão das autoridades de saúde e averiguação pelo Centro de Contingência do coronavírus.

O Governo do Estado mantém a recomendação de escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores dos setores de comércio, serviços e indústrias. Também seguem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, sob rígido cumprimento de protocolos de higiene e distanciamento social.

Retomada segura

Se a contenção da pandemia e os reflexos da vacinação continuarem positivos, o Governo do Estado já planeja avançar da fase de transição para a etapa de retomada segura a partir de 17 de agosto.

A partir da segunda quinzena de agosto, a expectativa é eliminar todas as restrições de horário e liberar atendimento presencial com capacidade de 100%, mas com manutenção das regras para máscaras, distanciamento e protocolos de higiene.

Vacinação antecipada

Também para garantir que a pandemia se mantenha sob controle, o Governo anunciou que vai novamente antecipar o calendário de vacinação, ainda não detalhado (ano a ano).

Quem tem entre 28 e 29 anos pode se vacinar a partir desta sexta (30/07). Quem tem entre 25 e 27 anos poderá se imunizar a partir de 5 de agosto. As pessoas com idades entre 18 e 24 anos serão vacinadas a partir de 10 de agosto. 

A imunização dos adolescentes de 12 a 17 anos será antecipada para 18 de agosto, quando, começa a imunização com a priorização dos que possuem deficiências, comorbidades, gestantes e puérperas.

Os demais adolescentes poderão se vacinar na sequência. Entre 30 de agosto e 5 de setembro será a vez dos que têm idade de 15 a 17 anos.

Na sequência, os que têm de 12 a 14 anos serão imunizados no período de 6 a 12 de setembro.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados