Siga-nos

História

Quadros do Museu do Ipiranga também estão sendo restaurados

Publicado

em

Nem só de engenharia e arquitetura se faz o Novo Museu do Ipiranga. Além da modernização, restauração e ampliação do edifício-monumento, o público vai encontrar, em 2022, grande parte do seu acervo restaurada. Por meio de um programa de fomento artístico do Bank of America, dos Estados Unidos, o Museu do Ipiranga adquiriu recursos necessários para o restauro de nove quadros que residem no Salão Nobre, espaço de destaque da instituição, e a aplicação de verniz na tela Independência ou Morte, de Pedro Américo, cujo restauro foi realizado no próprio salão, devido à grande proporção da tela, e finalizado no primeiro semestre do ano passado.

O trabalho conta com uma equipe de dez profissionais que iniciou os trabalhos em julho, e a previsão é que dure dez meses, com a conclusão em maio de 2022. Está prevista, também, a produção de um livro com os bastidores do restauro e a história das obras. A operação inclui procedimentos como remoção de verniz, sujeira, preenchimento de perfurações, planificação, reentelagem, renovação de molduras e chassis, restauro de dourações, retoques, e, por fim, aplicação de vernizes de proteção.

“O Museu do Ipiranga tem uma grande quantidade de obras que precisariam ser restauradas para a reabertura das exposições em 2022 (são 43 no total), com um custo total aproximado de 1,3 milhão de reais. No entanto, a sua concretização dependia efetivamente de verbas para a sua realização”, conta Rosaria Ono, diretora da instituição.

“Tínhamos, em nosso orçamento, cerca de 20% dessa verba garantida, portanto, a doação recebida do Bank of America foi importantíssima para contemplar o restauro de mais obras e também fundamentou um pleito de verba adicional do museu à Universidade de São Paulo, para que todas as obras pudessem ser restauradas”, conclui. O patrocínio faz parte do programa chamado Bank of America Art Conservation Project, que busca dar apoio estratégico à arte em todo o mundo.

Tanto o quadro de Pedro Américo quanto as outras nove obras em processo de restauração ficavam expostas no salão Salão Nobre, com seus 182 metros quadrados e mais de 10 metros de pé-direito.

O Museu do Ipiranga está em reforma, com previsão para reabertura em setembro de 2022, quando se celebra o bicentenário da Independência do Brasil. 

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados