Siga-nos

Turismo e Lazer

Prefeitura vai reformar calçadas no entorno do Parque Ibirapuera

Publicado

em

Muitos moradores da região estão sendo surpreendidos, desde o ano passado, com multas por conta da falta de conservação de suas calçadas. E a lei atual implica em valores mais pesados para os contribuintes que não mantêm em dia os passeios em frente aos seus imóveis, como forma de tentar reverter a situação da falta de acessibilidade e riscos para pedestres que a cidade vive hoje. Mas, será que a própria Prefeitura tem feito sua parte no que se refere a oferecer passeios livres de buracos e obstáculos?

Há um mês, foram aunciados investimentos nas chamadas rotas acessíveis. Em outras palavras, a Prefeitura agora promete tornar mais regulares, pelo menos, as calçadas de pontos turísticos e de grande circulação na cidade. Entre os primeiros trechos definidos pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida está o entorno do Parque do Ibirapuera. Também serão beneficiadas áreas no centro da cidade, como as calçadas da  Rua da Consolação, a interligação entre a Rua 25 de Março e o Mercado Municipal. Outros locais ainda estão em estudo. As obras serão executadas pela Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, com recursos do Governo Federal.

O projeto completo terá custo de R$ 19,5 milhões, que foram repassados à Prefeitura pelo Programa de Aceleração do Crescimento – PAC Turismo. Somam-se a este valor, outros R$ 260 milhões que serão investidos em obras da Fábrica do Samba, Autódromo de Interlagos e Complexo do Anhembi.

As rotas acessíveis já definidas perfazem aproximadamente 43 mil m². Na região do Ibirapuera, as obras acontecerão nas Avenidas IV Centenário, República do Líbano, Pedro Álvares Cabral e Rua Manoel da Nóbrega (que fazem o entorno do Parque do Ibirapuera).

Na região, por enquanto, é a única obra de acessibilidade e turismo anunciada. “Por se tratarem de recursos do PAC do Turismo, obras precisam ser realizadas no acesso a pontos turísticos da cidade. Pensamos na região da Arena Itaquera e demais pontos que terão bastante circulação de pessoas durante a Copa do Mundo de 2014. Vamos definir esses outros locais juntamente com a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras”, afirmou a secretária Marianne Pinotti. As obras devem começar ainda este ano, após a conclusão do processo licitatório.

Todos os passeios públicos reformados contemplam as chamadas rotas acessíveis do Programa Emergencial de Calçadas, aos moldes do que foi feito na Avenida Paulista, permitindo que pedestres, incluindo pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida consigam transitar de forma segura e confortável. Entre as metas de governo do prefeito Haddad para os próximos quatro anos está a reforma de 850 mil m² das calçadas nas rotas acessíveis da cidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados