Jornal São Paulo Zona Sul

Prefeitura intensifica manutenção de jardim vertical na Av. 23 de Maio

Desde 2017, o muro ao longo da avenida 23 de Maio, que já foi considerado o maior painel de grafite do mundo e depois se tornou um imenso corredor verde, coleciona polêmicas.

Criticado pelo ex-prefeito e atual governador João Doria, o extenso paredão recebeu um jardim vertical que deveria ser mantido a partir de parcerias com a iniciativa privada, livrando a Prefeitura dos custos de manutenção.

Mas, na prática, a situação não foi bem essa. Doria já admitiu que foi um erro eliminar radicalmente os grafites sem conversar com os grafites. Além disso, a empresa responsável pela manutenção abdicou da parceria em 90 dias e, desde o ano passado, o jardim vertical sobre com falta de manutenção e muitas das plantas haviam morrido.

A partir de julho, uma nova empresa assumiu o serviço, dessa vez com custos aos cofres públicos.

Nesse próximo fim de semana, dias 3 e 4 de agosto, haverá manutenção no corredor verde.

De acordo com a Secretaria Municipal de Subprefeituras, serão intensificadas as ações de limpeza, manutenção e plantio de mudas nos 10.185m² de área do muro.

De segunda a sexta, as equipes da empresa Era Técnica Engenharia, contratada por meio de licitação para realizar os serviços mobiliza jardineiros, eletrotécnicos, arquitetos, engenheiros e agrônomos para cumprir a manutenção do sistema de irrigação automatizado, bombas e adubação.

“Na primeira etapa, limpamos o trecho, retirando plantas mortas e podando os exemplares que estão sadios”, explica o engenheiro florestal, André Canteiro, um dos responsáveis pela conservação do muro.

“O segundo passo é o plantio de mais de 14 espécies de mudas mais resistentes às condições do ambiente”, prossegue Canteiro. Sempre aos sábados e domingos, as ações geram menor interferência no trânsito local.

Nessa etapa, são utilizadas escadas e caminhão com cesto, que permitem o plantio em pontos altos do jardim. Entre as mudas, estão moreias brancas, iresines, russelias brancas e vermelhas, vedelias, agapanto azul, samambaias americana e amazônica.
As ações percorrem a extensão do Muro Verde, composta pelos trechos dos Viadutos Tutoia, Santa Generosa, Jaceguai e São Joaquim, nos sentidos bairro e centro, Beneficência Portuguesa, no sentido bairro, e Pedroso, no sentido centro.

São utilizadas, desde o início da revitalização, caixas de decantação, que ajudam a diminuir a quantidade de sujeira acumulada no interior das caixas d’água. O equipamento previne que haja danos e assegura o funcionamento adequado do sistema.

“Fizemos alterações no projeto original para que o Muro Verde tenha maior funcionalidade. Essas caixas, por exemplo, auxiliam a manutenção das bombas de irrigação. A revitalização também atua no replantio de mudas”, afirma o secretário das Subprefeituras, Alexandre Modonezi.

A quantidade de equipes e mudas para a conservação dos trechos difere de acordo com a extensão de cada local. Para o trecho situado no Viaduto Tutoia, região de Vila Mariana, uma equipe com 10 profissionais realizou, sábado passado (27/07), o plantio de 3 mil mudas em 800 metros quadrados de muro.

Para o sábado (04/08) e domingo (03/08), estão programados serviços nos trechos dos Viadutos Tutoia e Santa Generosa, no sentido bairro.

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!