Siga-nos

Trânsito

Pontos de atração turística na região estão sinalizados

Publicado

em

Ficou mais fácil chegar ao Sítio da Ressaca e ao Parque Lina e Paulo Raia

Muitos paulistanos desconhecem a própria cidade – inclusive seus encantos e pontos turísticos e históricos espalhados em diferentes bairros. Para turistas, então, sempre foi complicado se locomover na cidade e até mesmo taxistas podem encontrar dificuldade em encontrar alguns pontos de atração e construções tombadas como patrimônio da cidade. Será que, mesmo os moradores da região, sabem chegar ao Sítio da Ressaca, no Jabaquara? E à Casa Modernista, na Vila Mariana? O Parque Lina e Paulo Raia é conhecido de quem mora na SAúde?

A partir de agora, 99 pontos de atração turística na cidade estão mais fáceis de serem localizados. São museus, parques, teatros, bibliotecas e outros espaços culturais importantes da cidade, que ganharam sinalização conforme padrões adotados mundialmente. No total, foram isntaladas 720 placas na cor marrom, com ícone turístico adotado mundialmente, indicando o caminho para estes pontos.

Na região, além do Sitio da Ressaca, parques e Casa modernista, ganharam sinalização o Museu Lasar Segall, o Centro de Exposições Imigrantes, o Planetário do Ibirapuera, o Parque da Aclimação, o Zoológico, Zoo Safari e Jardim Botânico entre outros.

Para o presidente da SPTuris o projeto era uma das metas de maior relevância para o turismo na Agenda 2012 da Prefeitura e uma antiga demanda de São Paulo como destino turístico. “A instalação das placas supriu uma necessidade histórica de uma cidade que recebe quase 12 milhões de turistas por ano. Como destino global, é de extrema importância uma sinalização turística adequada e que siga um padrão mundial, podendo ser reconhecida por visitantes de qualquer lugar do planeta”, explica. 

Cada ponto sinalizado possui de 6 a 8 placas em suas proximidades, quantidade suficiente para uma adequada orientação, de acordo com o estudo da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-SP), que colaborou com o projeto. Entre as premissas do plano estratégico de instalação das placas estava ainda o respeito às disposições legais de trânsito e uso do espaço público, garantindo fácil acesso aos atrativos, segurança e fluidez no deslocamento de pedestres e veículos, sem prejudicar a sinalização de trânsito existente.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados