Siga-nos

Urbanismo

Obras do metrô na Vila Clementino devem ter início em 30 dias

Publicado

em

Prazo foi dado pelo governador Alberto Goldman, que assinou contrato para expansão da Linha5

Na edição passada, o jornal SP Zona Sul mostrou que o Metrô prometia licitar os trechos restantes do projeto de expansão da Linha 5 – Lilás ainda este ano. A obra está atrasada e todos os prazos até agora divulgados pela empresa foram descumpridos. Na quarta, 18, deu novo sinal de que as obras começam este ano. Pelo menos, fez nova promessa, com assinatura dos contratos para os seis lotes restantes da obra

A linha Lilás já existe, mas funciona apenas entre o Capão Redondo e o Largo 13 de Maio, na região de Santo Amaro, com movimento médio de 178 mil passageiros por dia. O projeto da linha prevê extensão até a Vila Mariana, com integração à linha 1, Azul, na estação Santa Cruz, e à linha 2 – Verde, na Chácara Klabin. A obra deve trazer diversas alterações viárias e provocar ainda mais trânsito na já complicada Vila Clementino, bairro que sedia vários serviços de saúde da Unifesp e Hospital São Paulo.

A assinatura veio agora, antes das eleições, mas as obras estão prometidas para depois delas – devem ser iniciadas em até 30 dias. Os lotes de 2 a 8 correspondem à construção das obras civis, acabamento e via permanente do prolongamento da Linha 5-Lilás, que seguirá da futura estação Adolfo Pinheiro, no centro de Santo Amaro, pelos eixos das avenidas Adolfo Pinheiro, Santo Amaro e Ibirapuera, continuando pela rua Pedro de Toledo. Serão atendidos os bairros do Brooklin, Campo Belo, Ibirapuera, Moema, Vila Clementino, Vila Mariana e Chácara Klabin.

Na região de Santo Amaro, onde já está em andamento a construção das estações Adolfo Pinheiro e Campo Belo, o trânsito já está sofrendo alterações. A Avenida Adolfo Pinheiro está funcionando em mão dupla em um trecho e foi interditada entre as ruas Padre Anchieta e Isabel Schmidt.

Com os novos lotes, as obras vão avançar pelo corredor formado pelas avenida Ibirapuera e Rua Pedro de Toledo.

Dessa vez, o governador Alberto Goldman evitou falar em prazos e não disse quando as obras devem ser concluídas. O metrô, que havia prometido ao menos a conclusão do túnel ligando a estação Largo 13 com a Santa Cruz até este ano de 2010, agora fala que as duas estações em obras – Adolfo Pinheiro e Campo Belo – estarão concluidas só daqui dois anos e que a linha toda deve ficar pronta até 2014, ano da Copa no Brasil.

As obras vão custar R$ 6 bilhões e a expectativa é que 640 mil passageiros usem a linha por dia.

A Linha 5-Lilás facilitará o acesso a oito grandes hospitais, como o Hospital do Servidor Público e o Hospital São Paulo. Facilitará ainda o acesso ao Largo de Moema, ao Parque do Ibirapuera, ao Shopping Ibirapuera e todo o comércio de Moema, à Subprefeitura de Vila Mariana e Secretaria de Esportes, além de equipamentos como o Centro Esportivo Mané Garrincha e o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados