Siga-nos

AudioMag

O que é, o que é? Um barulhinho que está sempre lá

Publicado

em

Será uma abelha, um rádio ou uma panela de pressão?

Estas são apenas três das muitas descrições que ouvimos diariamente quando o assunto é ZUMBIDO.

É importante saber que o zumbido não é uma doença, e sim um  sintoma no qual o paciente tem a sensação da percepção de um som sem haver uma fonte física ou causa externa identificável, causando um enorme desconforto e atrapalhando o cotidiano.

Indivíduos com zumbido relatam problemas para dormir; necessidade de evitar situações ruidosas; dificuldade de concentração; Além da experiência de desespero, frustração, irritação, depressão, medo e preocupação.

Diante disto, muitos pacientes chegam preocupados em nosso consultório pois acreditam ser um problema grave, ou a possibilidade de estarem “ouvindo coisas”, alguns chegam a dizer “será que estou ficando maluco?”. Calma! Não é nada disso! A verdade é que este som percebido é real, e tudo acontece em nosso córtex auditivo – Existem muitas explicações relacionadas a fisiologia do zumbido e como tudo acontece, mas deixaremos este assunto complexo para uma conversa pessoal.

Neste momento é importante você saber que cerca de 15% da população mundial, sendo em maioria idosos (33% deles) são diagnosticados com zumbido, isso porque uma das principais causas do zumbido é a perda auditiva, e. além desta, podemos destacar ainda: diabetes, problemas cardiovasculares, acúmulo de cera no ouvido, doenças do labirinto, problemas musculares, hipotireoidismo e a exposição à sons intensos.

A pergunta é: O que fazer? Afinal, Zumbido tem cura?

O zumbido não tem cura, porém, com o avanço tecnológico e esforços em pesquisas, hoje em dia podemos afirmar que existem tratamentos eficazes e vemos diariamente em nosso consultório pacientes com relatos positivos em relação à diminuição da percepção do zumbido.

É preciso buscar ajuda de um especialista, pois esta história de que você precisa se acostumar com o zumbido já saiu de moda!

Saiba que existe um protocolo específico para avaliação do zumbido e o uso do aparelho auditivo com o recurso “gerador de som” tem proporcionado mudanças importantes no comportamento auditivo das pessoas acometidas com este sintoma, além de uma melhor qualidade de vida, social e emocional.

AGENDE UMA AVALIAÇÃO!

Fonoaudiólogas

ALESSANDRA HERRERA

DIANE MICHIUTI


– AudioMAG Vila Clementino

Rua Leandro Dupret, 168

Tel.: (11) 5083-6539

WhatsApp* (11) 94197-4510

 


– AudioMAG Campo Belo

Avenida Vereador José Diniz, 3457 – sala 810

Tel.: (11)  5531-7504 *

WhatsApp (11) 93401-3001

 


www.audiomag.com.br

Advertisement
3 Comentários

3 Comments

  1. Rosemeri martins reis

    12 de setembro de 2020 at 3:07

    Eztou ficanfo doida sem sabet maus o que faxer pois fiz muitos exames e nada tenho fisicamente.E dim emocional a cafa dia pior muitad fores cabeça pescoço nuca mece com as n consigo dirmir a noite direitos só faço chorar com tanto zumbido .
    Me ajudem por favor n temho condições de ir a São Paulo tb srm condicies financeiras.Pois cuido minha mã de 90 anos por pf.estou com principio depressão ne ajudem a viver pra cuidar de minha mãe.

  2. Rosemeri martins reis

    12 de setembro de 2020 at 3:10

    Estou ficanfo doida sem saber o que fazer pois fiz muitos exames e nada tenho fisicamente.E sim emocional a cada dia pior muitas dores cabeça pescoço nuca e n consigo domir a noite só faço chorar com tanto zumbido .
    Me ajudem por favor n tenho condições de ir a São Paulo tb sem condicies financeiras.Pois cuido minha mã de 90 anos por pf.estou com principio depressão ne ajudem a viver pra cuidar de minha mãe.

  3. Rosemeri martins reis

    12 de setembro de 2020 at 3:19

    Minha vida está drm drntido n posdo parar mas a cada dia piora emagreci muito emocional muito abalado.
    N é barulhinho e enlouquecedor tenho que estar com minha mãe 90 anos precisa de mim preciso estar de pé isto está me limitando sou um ser humano que necessta de ajuda por amor a Deus me ajudem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados