Siga-nos

Turismo e Lazer

Nova ferramenta virtual reúne dicas de cultura e lazer na Avenida Paulista

Publicado

em

Em dezembro de 1891, a avenida Paulista era oficialmente aberta na capital. Com seus imponentes casarões, tinha cara de alameda e fazia uma importante ligação entre o centro antigo e os bairros que emergiam na zona sul paulistana, o caminho para Santo Amaro – que naquela época era um novo município.

A avenida ao longo dos anos perdeu muitos de seus casarões, foi mudando de características e deixou de ser residência dos barões do café conforme a cidade se industrializava, se tornava cosmopolita região de serviços e escritórios alocados em imensos arranha-céus.

Mas, aos poucos, até essa vocação se modificou e a cultura ganhou espaço na avenida, bem como o lazer , com cinemas, centros culturais, galerias de arte e a circulação de diferentes tribos e atração de turistas.

Agora, na celebração dos 130 anos, a Paulista ganhou uma ferramenta no portal Geosampa que vai facilitar a vida de quem quer conhecer cada detalhe de seus três quilômetros de extensão.

Assim, será possível planejar uma visita ou apenas fazer um tour virtual pelo endereço mais simbólico do município.

A ferramenta digital disponibiliza acesso a uma base oficial de dados do município de São Paulo, onde é possível encontrar uma série de informações sobre equipamentos públicos da cidade, que estão disponíveis em mais de 350 camadas. A busca também pode ser feita por localidade e é, dessa forma, que se pode percorrer e conhecer, sem sair de casa, o que a Paulista tem a oferecer, como museus, parque, imóveis históricos, bibliotecas, teatros e outros espaços culturais.

Em um mundo movido por aplicativos de GPS, onde os usuários podem conferir e encontrar locais e estabelecimentos, visualizar rotas, estimar tempo de viagem, obter informações sobre o trânsito e até conferir horários de ônibus, o GeoSampa vai além e oferece, em formato 3D, dados georreferenciados sobre a cidade de São Paulo. O interessado consegue localizar em formato aberto, por exemplo, onde estão instalados todos os equipamentos culturais e de lazer na Avenida Paulista ou em qualquer outro endereço na cidade.

Para ter acesso a todos esses dados, basta inserir o endereço na lupa disponível à esquerda do portal, e, logo à direita da tela, ativar a camada cultura. Feito isso, clicando nas respectivas abas, a plataforma apresentará no mapa digital um ícone referente ao equipamento público com informações sobre nome, localização e o telefone para informações.

Além disso, a viagem até o destino final pode começar antes mesmo de sair de casa, pois a ferramenta, que reúne imagens em 3D, permite realizar um passeio aéreo pela Avenida, ativando a aba Ortofoto 2017.

Todos os dados hospedados no maior acervo sobre a cidade de São Paulo são oficiais e constantemente atualizados pelas secretarias responsáveis, entre elas Esporte, Transportes, Cultura, Verde e Segurança Urbana.

130 anos

Fundada em 8 de dezembro de 1891 e idealizada pelo engenheiro agrônomo Joaquim Eugênio da Lima, a famosa Paulista foi uma das primeiras vias históricas a serem planejadas na cidade.

Com um estilo arquitetônico de edificações que começaram a ser construídas no início do século XX, a Avenida Paulista revolucionou a cidade e quebrou as tradições urbanísticas.

Hoje, além de abrigar espaços culturais como o Masp, o Centro Cultural Fiesp, a Casa das Rosas, e ser palco de grandes eventos como o Réveillon e a Corrida de São Silvestre, ela é considerada também um ambiente democrático, por ser o ponto focal das grandes manifestações que ocorrem no país.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados