Jornal São Paulo Zona Sul

Musical que reconta trajetória dos Novos Baianos está em cartaz no Sesc Vila Mariana até 15 de dezembro

Uma trupe incrível se uniu para contar a história de outra trupe incrível. Ou seria cantar? Em cartaz desde o início de novembro no Sesc Vila Mariana, o espetáculo Novos Baianos – o Musical pode ser conferido até 15 de dezembro e ainda há ingressos disponíveis.
O texto é de Lucio Mauro Filho, a direção de Otávio Myller e a direção musical coube a dois filhos de “Novos Baianos” originais – Davi Moraes (filho de Moraes Moreira) e Pedro Baby (filho de Pepeu Gomes e Baby do Brasil, anteriormente conhecida por Baby Consuelo)

No turbulento final dos anos 1960, o grupo musical Novos Baianos iniciou uma trajetória que modificaria para sempre a história da música brasileira.

A original mistura proposta por Baby do Brasil, Pepeu Gomes, Moraes Moreira, Luiz Galvão e Paulinho Boca de Cantor impulsionou uma revolução rítmica e comportamental, marcada por liberdade, poesia e coletividade.

Esta saga é a inspiração deste musical inédito, em que 12 artistas, entre atores, músicos e compositores, revivem as peripécias e a arte do grupo no palco do Teatro Antunes Filho.

Entre as canções apresentadas no palco, clássicos como “Mistério do Planeta”, “Preta Pretinha”, “Brasil Pandeiro”, entre outras.

História do grupo

Embora tenham feito reapresentações históricas e reencontros, o grupo Novos Baianos teve seu auge entre os anos de 1969 e 1979.
A força do grupo formado basicamente por baianos, como indica o nome (Baby era de Niterói – RJ) etava na irreverência, no figurino colorido, no despojamento dos integrantes.

Em um misto de cultura influenciada pelo movimento hippie mundial com a brasilidade na música, compuseram canções que mesclavam diferentes ritmos brasileiros como samba, bossa nova, frevo, baião, choro, afoxé e ijexá ao rock n’ roll.

Faziam parte: Moraes Moreira (compositor, vocal e violão), Baby do Brasil (vocal), Pepeu Gomes (guitarra), Paulinho Boca de Cantor (vocal), Dadi (baixo) e Luiz Galvão (letras) entre outros.

O álbum Acabou Chorare, do grupo, foi eleito pela revista Rolling Stone como o melhor disco da história da música brasileira em outubro de 2007.

Serviço

O espetáculo está em cartaz às quintas, sextas e sábados, 21h, e aos domingos e feriados 18h. Classificação etária: 16 anos e menores podem assistir desde que acompanhados dos responsáveis, com documentação.Ingressos a R$ 15 (credencial plena), R$ 25 (meia entrada) e R$ 50 (inteira).

Bilheteria: Terça a sexta-feira, das 9h às 21h30; sábado, das 10h às 21h; domingo e feriado, das 10h às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do Sesc).Horário de funcionamento da Unidade: Terça a sexta, das 7h às 21h30; sábado, das 9h às 21h; e domingo e feriado, das 9h às 18h30.Estacionamento: R$ 5,50 a primeira hora + R$ 2,00 a hora adicional (Credencial Plena: trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). R$ 12 a primeira hora + R$ 3,00 a hora adicional (outros). 111 vagas. O Sesc Vila Mariana fica na Rua Pelotas, 141. Tel: 5080-3000.

Comentar

WhatsApp chat Receba as edições por WhatsApp!