Siga-nos

Saúde

Mulheres resgatam sensualidade e prazer com apoio da Unifesp

Publicado

em

 

Ambulatório da Sexualidade na Vila Clementino busca voluntárias para tratamento e orientação

São mais de mil atendimentos, de mulheres de diferentes idades, diferentes origens, com diferentes histórias para contar. Todas elas, entretanto, têm algo em comum: vontade de melhorar a vida sexual, por compreender que, dessa forma, têm benefícios para a saúde física e mental. As mulheres que buscam apoio do Projeto Afrodite, do Departamento de Ginecologia da Unifesp, descobrem que algumas orientações podem fazer muito bem para seus relacionamentos.

 

O projeto já existe há cinco anos e surgiu a partir de estudos que já eram desenvolvidos no Ambulatório da Sexualidade com mulheres na menopausa. Aos poucos, a ideia foi se desenvolvendo e hoje há projetos voltados tanto para quem ainda está em idade fértil quanto para as que chegaram à menopausa.

Desde eliminar dúvidas até dicas para resgate da sensualidade, o projeto Afrodite atende mulheres que apresentam disfunções sexuais ou em busca de informações, simplesmente.

Qualquer que seja o caso, palestras são realizadas sempre nas duas primeiras terças-feiras de cada mês, entre 14h e 16h. É necessário realizar inscrição prévia, já que existem apenas 15 vagas por mês. Os encontros acontecem na Rua Embaú, 66, Vila Clementino e as inscrições podem ser feitas pelo telefone 5549-6174, das 8h às 14h (com Telma ou Jéssica).

Já para as mulheres em idade fértil, será agora desenvolvido um tratamento voltado àquelas que têm dificuldade em atingir o orgasmo ou sentem pouco prazer sexual. As voluntárias serão submetidas a tratamento, que visa a aumentar a consciência corporal e a força dos músculos do períneo, entre outros.

Podem participar mulheres com vida sexual ativa e que não estejam na menopausa. As interessadas também participarão de palestras sobre sexualidade.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone 5549-6174, das 8h às 14h (com Telma ou Jéssica).

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados