Siga-nos

História

Morreu Arnaldo Faria de Sá

Publicado

em

Faleceu na manhã de quinta-feira, 16 de junho, o vereador e ex-deputado federal Arnaldo Faria de Sá, aos 76 anos.

O vereador lutava contra um câncer e estava internado no hospital Vila Nova Star, por conta também de problemas cardíacos, mas contraiu Covid na última semana. Com a saúde debilitada, precisou de intubação e, pela manhã desse feriado de Corpus Christi, não resistiu.

O velório e o sepultamento aconteceram no Cemitério Congonhas, zona sul de São Paulo. Centenas de pessoas passaram por lá, entre elas o Governador Rodrigo Garcia, diversos deputados e vereadores, lideranças comunitárias. 

Mais de cem coroas de flores de associações, partidos, lideranças políticas e cidadãos prestavam homenagem ao político. 

Arnaldo deixa esposa, duas filhas e três netos. 

Histórico

Nascido em São Paulo no dia 30 de Dezembro de 1945. Iniciou sua carreira profissional como office-boy, é contabilista, advogado e professor.

Foi Deputado Federal por 8 mandatos. Em 1993 foi Secretário Municipal de Esportes e de Governo da cidade de São Paulo.

Coordenador e um dos fundadores da Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Pública,foi um dos principais defensores dos aposentados e pensionistas do serviço público e do INSS durante as votações das reformas das Previdências dos governos FHC.

Desde o primeiro mandato, reconhecido como o deputado dos aposentados, pensionistas e idosos, causa a que se dedica de forma permanente.

Relator da Emenda Constitucional N°99/2017, que obriga o pagamento de precatórios.

Em fevereiro de 2019 com muito rigor e garra assume a Subprefeitura Jabaquara fazendo com que se torne uma das melhores gestões de zeladoria da cidade de São Paulo.

Antes da gestão do Arnaldo Faria de Sá a Subprefeitura Jabaquara estava em vigésimo sexto lugar do Ranking das 32 Subprefeituras. Após muita luta e engajamento tornou-se a primeira colocada, se tornando um exemplo para São Paulo.

Em 2020, eleito Vereador da cidade de São Paulo e em 2022 reeleito Presidente da Comissão do Idoso e de Assistência Social para continuar o trabalho e ser representante da população e ser missionário do povo paulistano em defesa de todos.

Jornais de bairro

Arnaldo Faria de Sá sempre foi um defensor da mídia regional. Em outubro de 2019, fez questão de marcar presença em evento da Associação de Jornais e Revistas de Bairro de São Paulo – a Ajorb, que valorizava o trabalho dos veículos de diferentes bairros que mantinham sua circulação periódica comprovada. 

Na ocasião, defendeu que o trabalho dos jornais de bairro junto às comunidades precisa ser valorizado. Para ele, as mídias online complementam mas não substituem o trabalho dos jornais e revistas de bairro, que trazem as reivindicações populares. “O poder público não pode deixar de dar a devida atenção ao trabalho de vocês. Vou sempre ressaltar isso dentro da Prefeitura”, garantiu.

Faria de Sá se lembrou de vários momentos de sua história pessoal e carreira política em que pode desenvolver ações a partir de demandas feitas por veículos regionais da cidade. 

“Seja como secretário de Governo, secretário de Esportes, deputado federal ou agora como subprefeito, foi muitas vezes por meio dos jornais de bairro que pude agir para atender demandas da sociedade”, apontou, trazendo vários exemplos de problemas e riscos de degradação urbana que foram evitados porque ele, como representante do poder público, pode levar adiante queixas da sociedade expressas pelos jornais e revistas de bairro. 

Além de ter iniciado sua vida profissional como office boy, Arnaldo também relatava que distribuía, na região do Jabaquara, seu principal reduto eleitoral e sede de seu escritório político, o jornal São Paulo Zona Sul que, na década de 1960, era entrega aos domingos. 

Homenagens

Já na manhã de hoje, em evento público, o governador Rodrigo Garcia e o prefeito Ricardo Nunes fizeram um minuto de silência em homenagem ao vereador Arnaldo Faria de Sá. 

O também ex-vereador Almir Guimarães, igualmente atuante na região sudeste da capital, também se lembrou da atuação histórica de Arnaldo Faria de Sá. “Conheci o Arnaldo quando Ofice Boy, aos 16 ou 17 anos! Magrão de bicicleta fasendo os os seus contatos no Jabaquara, amigo do fundador do jornal São Paulo Zona Sul – Luiz Ismar D’Angelo Netto, falecido em 2013; e do Izidoro Machado, fundador da Sociedade Amigos de Bairro (SAB) do Jabaquara, amigo do Dr Eduardo de Campos Rosmaninho, a quem sucedeu na Presidência da Portuguesa de Desportes, ai já Deputado!”, relata. “Querido amigo! Lutou muito pelos aposentados, com amor a São Paulo, em especial a Zona Sul e seu amado Jabaquara !!”, emocionou-se.

Nota de pesar – Câmara Municipal

O presidente da Câmara Municipal, vereador Milton Leite, também divulgou nota de pesar pelo falecimento do verador. 

Lamento profundamente o falecimento do vereador Arnaldo Faria de Sá. Advogado, professor e deputado federal por oito mandatos, Faria de Sá trabalhou praticamente a vida toda pela defesa dos idosos e pelos direitos dos aposentados e pensionistas.

Na Câmara Municipal de São Paulo era o presidente da Comissão do Idoso e Assistência Social. Fará muita falta como vereador parceiro e combativo na luta pela aprovação dos Projetos de Lei importantes para São Paulo.

Nossos sentimentos a todos os familiares e amigos”.

Milton Leite (UNIÃO)
Presidente da Câmara Municipal de São Paulo

 

 

Advertisement
2 Comentários

2 Comments

  1. Helio Teixeira

    16 de junho de 2022 at 14:01

    Meus sentimentos de pesar a toda família!!

  2. Olavo de Almeida Soares

    16 de junho de 2022 at 16:30

    Meus sentimentos a familia. Perdemos um lutador da nossa população idosa e que muito nos ajudou na Comissão Extraordinaria do Idoso da Camara Municipal. Descanse em paz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados