Siga-nos

Saúde

Megapostos e drive-thrus têm vacina contra a gripe

Publicado

em

A Prefeitura retomou a aplicação da vacina contra gripe na cidade, ainda antes do Natal. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), embora o calendário nacional tenha estabelecido a campanha contra gripe entre abril e agosto, a ação foi retomada para diminuir os casos de doenças respiratórias, que nos últimos dias foram responsáveis por um aumento significativo na demanda por atendimento nas unidades de saúde.

A medida foi possível devido ao envio de doses pelo Instituto Butantan, que atendeu a um pedido da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) da SMS.

Durante a 24ª Campanha Municipal de Vacinação contra o vírus Influenza, que aconteceu de 12 de abril a 31 de agosto, obedecendo ao calendário nacional, com vacinas disponibilizadas pelo Ministério da Saúde, cerca de 4,5 milhões de pessoas receberam a vacina na cidade.

Inicialmente, a ação estava destinada apenas às gestantes, puérperas, lactantes, idosos acima de 60 anos e crianças de 6 meses a 5 anos completos, que ainda não tinham sido vacinados em 2021.

Mas, foi liberada a aplicação para qualquer pessoa não imunizada contra Influenza desde terça, 28. Ou seja, a vacinação agora está liberada para todas as pessoas com idade acima de 6 meses, que não tenham se vacinado em 2021 contra a Influenza.

Não há necessidade de intervalo de aplicação de dose da vacina de influenza com a vacina contra a covid-19 e outras vacinas.

O vírus influenza é uma doença infecciosa febril aguda com maior risco de complicações em alguns grupos vulneráveis. A doença pode evoluir para formas mais graves, como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e até óbito.

Outras ações

A SMS destinou parte dos leitos do Hospital Municipal da Brasilândia para o acolhimento e tratamento dos casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (Srags) na cidade. Além disso, a rede municipal da saúde está contratando profissionais da área e instalando tendas em unidades com maior número de atendimento para agilizar a triagem dos usuários dos serviços, a ampliação delas acontece de maneira gradual, de acordo com a demanda.

Para o atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19, atualmente, a capital paulista conta com os Hospitais Municipais Guarapiranga, Profa. Lydia Storópoli, Brasilândia e Tide Setúbal.

A SMS tem intensificado as ações de monitoramento e vem realizando testes rápidos em suas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs), Prontos Atendimentos (PAs) e prontos-socorros, no setor de triagem, para identificar os casos positivos de Covid-19.

Onde se vacinar:

A imunização ocorre nas 469 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), drive-thrus, megapostos e farmácias parceiras, ou seja, os mesmos locais em que são aplicadas as vacinas antiCovid. Confira os respectivos horários de funcionamento das unidades e mais informações sobre a vacinação contra a influenza no Instrutivo nº 5, que está disponível no site da SMS e pode ser consultado aqui.

O site deolhonafila.prefeitura.sp.gov.br também traz informações sobre horário e disponibilidade de doses tanto da vacina da gripe quanto contra Covid, além de indicar quais postos estão com fila maior ou com movimento mais tranquilo.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados