Siga-nos

Cultura

Maurício de Sousa estimula criatividade infantil em visita à escola na região

Publicado

em

“Crianças são sempre crianças, têm a mesma alegria. Mas, hoje, elas são mais livres, menos engessadas”. A avaliação é de quem, há 50 anos, estimula a imaginação delas: Maurício de Sousa, que esta semana esteve no Colégio Renovação, no Jardim da Saúde. Aos 75 anos, 50 deles criando histórias para o público infanto-juvenil, Maurício não tem pudor em dizer, durante bate-papo exclusivo com o jornal SP Zona Sul, que é comum ouvir pessoas de todas as idades relembrarem que aprenderam a ler com os gibis da Turma da Mônica. Nessa geração de “tantas ferramentas”, como aponta o criador, ainda há espaço para muita novidade. E ele pôde comprovar essa realidade no Colégio visitado, onde há oito anos é promovido o projeto “Arte faz parte”.

A garotada com idade entre 5 e 12 anos pode desenvolver ali seu espírito criador e usar a arte como aliada do aprendizado, independente de seu talento artístico.

Maurício conhece bem esse poder. Com toda a paciência e carinho do mundo, ele recebeu dezenas de crianças participantes do projeto, uma a uma, com um beijo, um autógrafo acompanhado de um desenho da Mônica, seu principal personagem, e um recado: “à turminha do Arte faz parte, ficamos muito felizes em saber que vocês produziram suas próprias Histórias em Quadrinhos. Parabéns”. A cada ano, o ateliê do Renovação adota um artista como tema e, dessa vez, os alunos mostraram que reconhecem o valor artístico e a importância das HQ´s, homenageando seu principal e mais famoso expoente brasileiro.

Maurício de Sousa contou que é raro participar de eventos em escola, como o promovido pelo colégio do Jardim da Saúde essa semana. “Falta tempo”. Não é para menos: além de comandar a equipe de criação da turminha, ele lançou a “Turma da Monica Jovem”, com os personagens já adolescentes. Em formato Mangá (estilo japonês) a revista já atinge 25 edições. “É um ciclo natural”, explica ele.

Criou um site que mostra a crença no potencial jovem. O www.maquinadequadrinhos.com.br abre a possibilidade de que novos talentos surjam. Nele, qualquer pessoa pode brincar ou se dedicar seriamente a montar HQs, com vários recursos. Algumas das histórias produzidas ali já foram até publicadas nas revistas da turma. E Maurício avisa: “em breve vamos lançar um concurso para recrutar desenhistas”. Ele conta que, ao ver desenhos, mesmo que de crianças pequenas, já consegue reconhecer talentos.

O brilho nos olhos de cada criança que fazia fila para receber os autógrafos de Maurício mostrava que ele tem razão. Uma delas ganhou um presente especial: Nicole fazia sete anos no dia em que Maurício escreveu um autógrafo especial, com direito a parabéns, em sua agenda. Feliz, ela conta que já consegue ler as histórias da Monica sozinha. Aliás, este é outro trunfo de Maurício: com suas histórias todas em letras maiúsculas, ele facilita a incursão pela leitura de quem se inicia na leitura. “Não só crianças aprendem a ler com gibis. Adultos também”, orgulha-se.

“É um projeto importante para a escola, faz as crianças perceberem o estilo e o valor de diferentes artistas”, relata Sueli Conte, diretora da escola, feliz em ver o brilho nos olhos de cada criança. “Mesmo alunos da unidade Indaiatuba vieram até aqui hoje”, completa, referindo-se à outra unidade do Colégio Renovação na cidade próxima à capital. Ela lembra ainda que os desenhos feitos pelas crianças foram avaliados por Maurício de Sousa, dentro de um concurso promovido no projeto Arte Faz Parte. Mas, certamente, o premio maior foi olhar nos olhos do criador, ganhar um autógrafo exclusivo, um beijo, um abraço e registrar tudo isso em fotos…

O Colégio Renovação existe há 25 anos tem três unidades no Jardim da Saúde. Atende do maternal ao Ensino Médio. Fone: 5073-5231.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados