Siga-nos

Trânsito

Limite de velocidade será reduzido na Cursino

Publicado

em

A complicada avenida do Cursino vai ganhar nova sinalização viária da Companhia de Engenharia de Tráfego. A partir do dia 9 de abril, haverá alteração de limite de velocidade no corredor, que em alguns pontos poderá ser de, no máximo, 40 quilômetros por hora. Vale destacar que há radares fotográficos na avenida. Na região, também será reduzida a velocidade no Complexo Viário João Jorge Saad, onde também há radares. A informação já foi divulgada pela Rede Globo e portal G1, mas a própria CET ainda não distribuiu informações sobre a alteração. Desde 2010, a CET tem padronizao a velocidade em diversos corredores viários de fluxo importante na cidade. Em geral, grandes vias onde há semáforos têm limite fixado em 60 km/h e aquelas onde não existem cruzamentos chegam a 70 km/h. A empresa alega que o objetivo é garantir maior segurança e evitar acidente e atropelamentos, mas o número de multas na cidade saltou de 1,9 mihão em 2010 para mais de 3,3 milhões no ano passado.A CET informa que o projeto de padronização da velocidade foi implantado porque a segurança do trânsito depende de um maior controle da velocidade. Aponta que, na maioria dos acidentes, a menor velocidade do veículo pode evitar ou abrandar sua gravidade. Diante desse fato, a CET vem desde o ano passado implantando.   Confirma ainda que foram realizados investimentos, pela Secretaria Municipal de Transportes, na fiscalização do trânsito – como o aumento do efetivo de agentes da CET, ampliação da rede de fiscalização eletrônica, padronização do limite de velocidade e proibição de circulação de motos na pista expressa da Marginal Tietê. Todas estas medidas, segundo a empresa, tiveram reflexos diretos sobre o número de vítimas fatais de acidentes de trânsito. O número de mortes decorrentes de acidentes de trânsito em São Paulo, ao longo de 2010, caiu  1,8%  ante 2009. Essa redução significa 25 vidas poupadas.Além disso, a CET registrou uma tendência de queda de 66,6% no número de mortes provocadas por atropelamentos dentro da área abrangida pela 1ª. Zona de Máxima Proteção ao Pedestre (ZMPP) Centro/Paulista. O estudo foi feito no período de 11 de maio a 31 de julho de 2008, 2009, 2010 e 2011. Nos dois primeiros anos analisados, houve, respectivamente, um registro de oito e seis óbitos de transeuntes na região. Em 2010, foram nove mortes enquanto, no mesmo período de 2011, foram registrados três óbitos de pedestres na ZMPP. O estudo também revela uma redução de 32,6% no número de atropelamentos na ZMPP entre 11 de maio e 31 de julho, em dados comparativos com o mesmo período de 2010. Em 2011, foram 97 atropelamentos nesses meses ante 144 em 2010.

 

Roberto Marinho terá faixa interditada para obras do metrô

 

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai interditar uma faixa da Avenida Jornalista Roberto Marinho, junto ao canteiro central, sentido Marginal, entre as ruas Constantino de Souza e Princesa Isabel, a partir das 17h de domingo (1º/04) para obras da Linha 17- Ouro.Os veículos que trafegam pelo trecho em obras da avenida serão desviados à direita para as outras quatro faixas de rolamento da via.Quem quiser evitar o trecho, pode seguir sugestões da CET para fazer rotas alternativas. No site www.cetsp.com.br há rotas, além de um gráfico com as vias indicadas. A Engenharia de Campo da CET vai monitorar a interdição e recomenda aos motoristas que, ao avistarem a canalização da pista, reduzam a velocidade dos veículos para maior segurança.As faixas ficarão interditadas por dois anos.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2021 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados