Siga-nos

Transporte

João Dias: nova estação na Zona Sul

Publicado

em

Estação CPTM

Já está em funcionamento pleno a mais nova estação de trem da CPTM na Zona Sul Paulistana. A parada João Dias, da Linha 9 Esmeralda, é a primeira a ser construída pela iniciativa privada e “doada” ao Estado, como compensação pela construção de um grande pólo gerador de tráfego naquela região.

“Estamos inaugurando essa estação em tempo recorde”, afirmou o Governador João Doria na inauguração da estação. Iniciada em março de 2020, a construção contou com investimento de R$ 81 milhões, sendo R$ 60 milhões custeados pela iniciativa privada, fruto de um convênio assinado em 2014 entre a CPTM e a Brookfield Properties, e outros R$ 21 milhões de recursos da CPTM.

O projeto e construção da nova estação foram feitos pela Brookfield Properties e a adequação da via pela CPTM. A estação funciona em horário integral, das 4h à meia-noite e atende cerca de 10 mil passageiros por dia.

A entrega da estação João Dias à população integra o projeto de expansão da Linha 9-Esmeralda com investimento total de R$ 975 milhões e o objetivo de ampliar as opções de mobilidade e transporte público no extremo sul da capital paulista, que ainda inclui as estações Bruno Covas-Mendes-Vila Natal, inaugurada em agosto deste ano, e Varginha, prevista para ser entregue em 2022. A estimativa é que cerca de 110 mil passageiros passem a utilizar a Linha 9-Esmeralda diariamente com o funcionamento integral dessas estações.

Localização

A nova parada fica a 1,9 km da estação Granja Julieta e a 2 km de Santo Amaro, e construída em uma área de 5,6 mil m², a nova estação oferece acessibilidade plena com três escadas rolantes, três elevadores e itens que garantem a sustentabilidade arquitetônica com gerador próprio de energia, sistema de detecção e combate a incêndio, mecanismo para captação e reaproveitamento de água de chuva, sistema de energia solar, além de recursos tecnológicos para monitoramento completo por câmeras.

Outro ponto de destaque é a passarela de transposição da Marginal Pinheiros com 53,4 metros de extensão, que conecta a plataforma de embarque à estação.

“A parceria com a iniciativa privada garante melhoria contínua da prestação de serviço nos trens da CPTM a favor da mobilidade de milhares de passageiros. Por ser uma estação intermediária, a construção foi um grande desafio tanto do ponto de vista técnico de engenharia como operacional, uma vez que circulação de trens não deixou de funcionar”, afirmou Pedro Moro, presidente da CPTM.

“A inauguração da estação João Dias traz uma nova alternativa de mobilidade para a cidade. A formalização da doação da estação por parte da Brookfield Properties mostra como a parceria entre a iniciativa privada e o poder público pode deixar um legado permanente para a sociedade. Hoje entregamos este equipamento urbano de alta qualidade que vai beneficiar todos que moram e trabalham na região”, destacou o CEO da Brookfield Properties no Brasil, Roberto Perroni.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados