Siga-nos

Turismo e Lazer

Hotéis da Vila Mariana têm alta taxa de ocupação

Publicado

em

Os hotéis da região da Avenida Paulista e Vila Mariana apresentaram, em fevereiro, a maior taxa de ocupação na cidade, segundo pesquisa do Observatório do Turismo, da SPTuris. Vale lembrar que a capital paulista é uma das mais procuradas do país em se tratando de turismo. Mesmo sem praias, a cidade apresenta outros atrativos – como a intensa programação cultural, eventos,  diversificada vida noturna e gastronomia. Mas, também há forte fluxo de visitantes por conta dos negócios e tratamentos em saúde. E, em tudo isso, a Vila Mariana apresenta atrativos.Não é a toa que o bairro concentra diversos hotéis na região próxima à Rua Sena Madureira. E engana-se quem acredita que são apenas hotéis de luxo ou grandes hotéis de redes conhecidas. Na Vila Clementino, existem diversos pequenos hoteis que atendem muitas famílias em tratamento nos hospitais, ambulatórios infantis de câncer e outras entidades de apoio a pessoas com deficiências. Na Vila Mariana, já existe até albergue de atendimento a jovens intercambistas e “mochileiros” em visita pelo país.Vale destacar que tem crescido o número de restaurantes no bairro, que também pode ser considerado privilegiado em equipamentos históricos e áreas verdes. A Vila Mariana ainda ganha pontos, tanto de turistas nacionais quanto estrangeiros, pela proximidade com o parque do Ibirapuera e todo  complexo que gira em torno dele. Ali acontecem eventos como a São Paulo Fashion Week, além de bienais de arte e arquitetura etc.A facilidade ao Aeroporto de Congonhas, a ligação com o corredor norte sul (avenida 23 de maio), a existência de meios de transporte público também pesam na escolha.A média das diárias de hoteis locais em fevereiro é uma das mais baratas da cidade, girando em torno de R$ 268.

Advertisement
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2020 Jornal São Paulo Zona Sul - Todos os Direitos Reservados